Jefferson e Luis Ricardo - Botafogo

Jefferson e Luis Ricardo rendem uma boa e uma má notícia para a torcida alvinegra (Foto: MSF/SSPress)

Felippe Rocha
05/09/2016
16:21
Rio de Janeiro (RJ)

Apesar do golaço de Camilo e da vitória sobre o Grêmio, o Botafogo não vive dias mais tranquilos pelas notícias do departamento médico. As lesões, que haviam desaparecido de General Severiano há um mês, reapareceram, e com força, nos últimos dias. Luis Ricardo e Fernandes lesionaram o tornozelo esquerdo neste domingo; Rodrigo Lindoso não ficou nem no banco de reservas. Por outro lado, o goleiro Jefferson entrou na reta final de recuperação, após cirurgia no braço esquerdo.

- O Luis Ricardo sofreu uma fratura tecnicamente bimaleolar. Grave,  de tratamento cirúrgico, e eu preferi realizá-lo imediatamente. Ele deverá ficar se recuperando de três a quatro meses. Encerra o ano pra ele. É uma lesão que afeta o ligamento e nós somos obrigados a reconstituir - explica o coordenador do departamento médico do Glorioso, Luiz Fernando Medeiros, que imagina condições clínicas perfeitas do jogador até a pré-temporada do ano que vem.

Por outro lado, o médico fez questão, como o próprio disse, de "dar uma boa notícia": o goleiro Jefferson, que nem atuou ainda neste Campeonato Brasileiro, começou, nesta segunda-feira, a treinar com o grupo. Ainda não há prazo para o retorno aos jogos, o que também não deve demorar.

- O Jefferson treina com o grupo. Embora não esteja em condições de jogar, mas está próximo, e já está no campo com o grupo. Tudo dentro do prazo, o que é ótimo - analisou.

O técnico Jair Ventura também não vai contar, nas próximas rodadas, com duas importantes opções no meio-campo. Rodrigo Lindoso, titular, só deve voltar no fim do mês. Fernandes, opção frequente, começou a última partida exatamente pela lesão do companheiro, mas também não está liberado a voltar a jogar.

- O Fernandes sofreu uma entorse grave no tornozelo esquerdo. Não me parece, como a do Luis Ricardo, que precise de cirurgia, mas é grave para uma entorse e o tornozelo ainda está bem inchado. O Lindoso tem uma lesão na coxa esquerda que lhe tira de duas a três semanas - explica Luis Fernando.