Novos uniformes da Desportiva Ferroviária

Uniforme verde e amarelo remete à África do Sul, a qual Mandela presidiu (Foto: Henrique Montovanelli/Desportiva)

Felippe Rocha
23/01/2016
10:00
Enviado especial a Cariacica (ES)

A Desportiva Ferroviária joga contra o Botafogo, neste sábado, cheia de novidades. A equipe de Cariacica (ES) vai estrear os dois uniformes que serão utilizados na temporada. Um, o tradicional grená, presta homenagem aos 50 anos do Estádio Engenheiro Araripe, a casa da equipe capixaba. A número dois lembra os 25 anos do discurso de Nelson Mandela no mesmo estádio (que não é o local da partida desta noite. As equipes duelam no Kléber Andrade). O histórico líder político e ex-presidente da África do Sul esteve no Espírito Santo, em 1991, para conhecer o estado que teve o primeiro governador negro do Brasil, Albuíno Azeredo.

Além da homenagem visual, a equipe capixaba terá a estreia de alguns jogadores. Um deles é o meia Mateus, que admite ansiedade pela estreia, e justamente contra o Botafogo.

- Estou um pouco ansioso, só que com a cabeça tranquila para entrar e fazer uma boa estreia. É um jogo difícil, contra uma equipe da Série A, mas se a gente se organizar e jogar o que vem treinando teremos chances de bater de frente - comenta ao site oficial da Desportiva.

Antes do evento principal da noite, haverá, no mesmo Kléber Andrade, um jogo de masters. Às 17h, antigos nomes do Botafogo encaram uma seleção capixaba. Campeões brasileiros com o Glorioso, em 1995, estarão presentes. Wagner e Donizete são alguns. Paulo Sérgio, goleiro do Alvinegro nos anos 1980 e atualmente presidente da Federação Capixaba de Beach Soccer, também foi convidado.