Bloqueio brasileiro diante do Japão

Bloqueio brasileiro diante do Japão (FIVB Divulgação)

Web Vôlei
04/06/2021
09:43
Rio de Janeiro

Com uma nova formação em quadra, o Brasil não teve dificuldades para derrotar o Japão por 3 sets a 0 - parciais de 25-20, 25-16, 25-20 -, na manhã desta sexta-feira, pela quinta rodada da fase classificatória da Liga das Nações Masculina de Vôlei 2021. O time brasileiro enfrenta a Sérvia neste sábado, às 10h (horário de Brasília), no encerramento da segunda rodada, com transmissão pelo SporTV 2.

O central Maurício Souza fez a sua estreia na Liga das Nações. Até então ele não tinha nem sido relacionado entre os 14, recuperando-se de uma lesão na panturrilha. Nesta sexta, no entanto, o meio de rede campeão da Superliga com o Taubaté na última temporada atuou apenas no primeiro set e depois voltou para o banco. O técnico Carlos Schwanke escalou o restante da equipe com o levantador Cachopa, o oposto Wallace, o central Isac, os ponteiros Douglas Souza e Leal e revezou os líberos Maique e Thales na defesa e no passe, respectivamente. Flávio foi a opção para o lugar de Maurício Souza no restante da partida. Também entraram Maurício Borges e Pinta, além de Bruninho e Alan na inversão do 5-1.

Foi a quarta vitória brasileira em cinco jogos - perdeu para a França, por 3 a 0, na quinta-feira - e venceu também a Argentina, os Estados Unidos e o Canadá. O oposto Felipe Roque sofreu uma lesão no joelho na semana passada e está fora da VNL. Lucão, que ficou no Brasil para acompanhar o nascimento da filha - o que aconteceu na última quarta-feira, deve chegar à Itália na próxima quinta-feira.

Wallace foi o maior pontuador do jogo, com 16 pontos, seguido por  Douglas Souza, com 13 e Leal, com 12. Apesar da boa vitória, o bloqueio brasileiro ficou devendo. Foram apenas três pontos no fundamento, contra seis marcados pelos japoneses. No ataque, a Brasil foi muito superior: 48 a 31. Foram 7 aces contra 2 dos japoneses. Os dois times cometeram 17 erros cada um.

Cachopa distribuiu bem, colocando todos os atacantes para jogar. De positivo, além da vitória, o fato de o time ter entrado concentrado, apesar das mexidas e da fragilidade do Japão - que venceu a poderosa Rússia na primeira semana da Liga das Nações por 3 a 2. A equipe foi também muito bem na virada de bola, cometendo poucos erros. O Brasil, que na rodada passada caiu da primeira para a quinta posição, soma agora 12 pontos e aguarda o encerramento dos jogos de hoje para saber se retorna para o G-4.