Montagem Thales e Fabinho

Amigos fora de campo Thales e Fabinho se enfrentam pela Copa do Nordeste (Foto: Reprodução)

LANCE!
16/02/2019
16:15
Salvador (BA)

Quando a bola rolar no Barradão para o jogo entre Vitória e Ceará, pela Copa do Nordeste, na tarde deste sábado, dois jogadores terão que deixar de lado uma velha amizade. O zagueiro Thales, do Leão e o volante Fabinho, do Vozão, se conheceram há cerca de dois anos, em Porto Alegre, quando jogavam pelo Internacional e desde então, estreitaram laços. Os dois, entretanto, garantem que dentro de campo o que prevalece é o profissionalismo.

As duas equipes são favoritas ao título da competição, mas vivem momentos distintos. Após a eliminação na Copa do Brasil, o clima dentro do Vitória, do técnico Marcelo Chamusca, não é dos melhores. Já o Ceará, comandado por Lisca, vem de duas vitórias em três jogos. Mesmo em clima de brincadeira, a dupla de amigos projeta um duelo de alta intensidade.

– O Ceará e um grande time vem evoluindo dentro da competição, temos que impor nosso jogo, para que os pontos fortes do Ceará não apareçam. Acho que dá Vitória, agora se nós ganharmos e só ele [Fabinho] pagar o jantar que tá tudo certo – brincou Thales.

O zagueiro do clube baiano guarda boas lembranças dos momentos de concentração e revelou um "ponto fraco" do agora rival:

– O Fabinho é um cara brincalhão, se dava bem com todo mundo, é um cara excelente. Em campo é um excelente volante, joga sempre com a cabeça erguida, tem muita pegada, é voluntarioso, por isso que conquistou grandes coisas na carreira.  Somos amigos sim, lembro que quase todos os dias a gente jogava futmesa e eu deitava nele, ele ficava muito bravo, às vezes eu deixava ele ganhar pra ele não ficar bravo.

O meia do Ceará devolveu os elogios de Thales, mas contou outra versão sobre as partidas de futmesa.

– Minha relação com o Thales é muito boa. Conheci ele no Internacional de Porto Alegre. Me lembro que jogávamos sempre Futmesa. No início ele me dava trabalho, mas depois ele só apanhava. Realizávamos também o culto dos Atletas em Porto Alegre e o Thales sempre estava presente, conversamos muito sobre Deus. Foi importante andarmos com Deus, naquele tempo. É um grande zagueiro, moderno, que sabe sair jogando e marca muito bem. Fora de campo ele é uma resenha. Gosta muito de brincar com todo mundo – contou Fabinho.

Sobre o jogo, o experiente volante de 32 anos não quis fazer previsões.

– É difícil adivinhar um placar para esse jogo. Será um jogo muito difícil, na casa do adversário. Estamos trabalhando forte para conseguir o resultado positivo. O Ceará tem que tomar todos os cuidados possíveis. A equipe do Vitória em casa é sempre muito forte, mas estamos preparados para fazer um grande jogo – finalizou.

A partida válida pela 4ª rodada da Copa do Nordeste está marcada para as 17h (de Brasília). O Vitória é quinto colocado do Grupo A e está fora da zona de classificação, com três pontos. Se vencer, entra no G4. O Vozão lidera o grupo B com 7 pontos, dois a mais que o vice-líder, CSA.