Talles Magno

Vasco quer contar com Talles Magno para o clássico contra o Flamengo, no sábado (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Luiza Sá
13/08/2019
16:34
Rio de Janeiro (RJ)

A presença do jovem Talles Magno no clássico contra o Flamengo, no sábado, no Estádio Mané Garrincha, ainda é incerta. O Vasco não liberou o jogador para a Seleção Sub-17, no entanto, a CBF optou por não desconvocar o atleta. Mesmo não sendo uma Data Fifa, relacionar o atleta pode resultar em uma punição. O clube tenta resolver a questão. O confronto acontece às 19h (de Brasília), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Felipe Bevilacqua, admitiu que o Cruz-Maltino pode ser punido se Talles entrar em campo. A informação foi publicada pelo jornal "O Globo" e confirmada pelo LANCE!. A Seleção sub-17 encara o Chile nos dias 15 e 17 deste mês, em Goiânia. O Vasco pediu a liberação do atacante do segundo jogo, mas a entidade negou.

A punição pode acontecer com base no artigo 207, que discorre caso o clube ordene "ao atleta que não atenda à requisição ou convocação feita por entidade de administração de desporto, para competição oficial ou amistosa", prevendo multa de R$ 100 a R$ 100.000,00. Sendo escalado de forma irregular, Talles pode fazer com que o clube perca os pontos conquistados na partida, além de outros três.

A sub-17 se prepara para o Mundial da categoria em outubro, no Brasil. O técnico Vanderlei Luxemburgo já havia criticado publicamente a não-liberação de Talles. Hoje, o jovem de 17 anos é o nome escolhido para ajudar a superar a ausência do atacante Rossi.

- Tem que ter bom senso. Precisamos do jogador aqui, o que vai acrescentar para a Seleção? A nossa perda será grande. Quem precisa formar e colocar para jogar é o Vasco. Falta conversa - reclamou Luxa.

A relação entre CBF e Vasco vem se desgastando recentemente. As críticas ao árbitro de vídeo ajudaram a piorar o cenário. O Cruz-Maltino, inclusive, chegou a entrar com uma solicitação de impugnação do jogo contra o Grêmio no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Contra o CSA, o Cruz-Maltino chegou a reclamar no Twitter um pênalti não marcado na reta final da partida.

placeholder