Marcos Júnior - Vasco (São Januário)

Marcos Junior chegou ao Vasco no ano passado, ganhou espaço, mas vinha sendo reserva (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Felippe Rocha e Fernanda Teixeira
15/09/2020
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

O filme é repetido, mas o final segue feliz para o Vasco: a conjuntura exige mudança, Ramon Menezes busca um jogador sem destaque junto à torcida, mas ele corresponde. Desta vez, Marcos Junior foi o jogador valorizado pelo treinador. Coube ao volante coroar a boa atuação no clássico do último domingo, com o Botafogo, ao dar a assistência para o gol de Ygor Catatau.

De acordo com o site especializado Sofascore, o meio-campista tocou na bola 80 vezes no último jogo. Foram 58 passes tentados e 91% de acerto, três desarmes, uma falta cometida e uma sofrida. Oportunidade aproveitada.

- Eu vinha trabalhando para ajudar o grupo quando surgisse a oportunidade. Graças ao Ramon e aos meus companheiros, consegui fazer uma boa partida. Não passava por um bom momento. Sou humilde e reconheço quando não estou bem. Fui paciente e trabalhei bastante para entrar quando o Ramon precisasse de mim para ajudar a equipe nesse tipo de partida difícil - explica Marcos Junior.

Antes dele, outros jogadores passaram por situação parecida: Henrique já era titular, mas passou de criticado pela torcida a titular absoluto mesmo com a contratação de um concorrente. Até gol marcou. Fellipe Bastos é outro antes sem respaldo da torcida, mas que mudou de função e se firmou. E outros.

O fato é que o "Ramonismo" fez emergir mais um jogador. No caso de Marcos Junior, titular pela primeira vez com o atual comandante no último final de semana. Opção para o jogo de quinta-feira, contra o mesmo Botafogo.