Ramon Menezes - Vasco x Athletico-PR

'Cada dia que passa, nós estamos ganhando opções', disse comandante cruz-maltino (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Vinícius Faustini
07/09/2020
07:40
Rio de Janeiro (RJ)

O pensamento a longo prazo vem dando espaço para que o Vasco saiba até onde consegue manter sua qualidade no Campeonato Brasileiro. Tendo de administrar uma sucessão de problemas e com o temor de que atletas sofram com desgastes físicos, o técnico Ramon Menezes se esmera para ampliar o leque de alternativas à sua disposição.


- Cada dia que passa, nós estamos ganhando opções. Há jogadores que ainda não tiveram a chance de entrar, mas sei que vão dar tudo quando puderem entrar. É importante saber o que fazer em parte tática - afirmou o comandante cruz-maltino.


Na etapa final da vitória por 1 a 0 do Cruz-Maltino sobre o Athletico-PR, Ramon Menezes chegou a arriscar variações táticas com as saídas de Benítez e Ygor  para as entradas de Bruno Gomes e Cayo Tenório, respectivamente.

- Tenório entrou muito bem. Bruno Gomes mais uma vez se mostrou muito bem. Entrou e fechou. Quis fazer aquele tripé, mas de maneira diferente, deixando Andrey fixo com o Bastos e dando liberdade para o Bruno Gomes, que é muito forte, que consegue segurar e marcar - e, em seguida, mostrou como os laterais acabaram ganhando com estas variações táticas:

-  Yago (Pikachu) vem recuperando o seu potencial e pode jogar como extremo e como lateral. Neto pode projetar e se apoiar com muita força - completou.

No segundo tempo, o Cruz-Maltino aumentou a intensidade de contra-ataques e teve de desdobrar para fechar os espaços ao Furacão. Quem se destacou foi Miranda, zagueiro que desponta como alternativa segura a Ricardo Graça e Leandro Castan.

Ao explicar as alterações de Germán Cano, o comandante cruz-maltino detalhou outro fator no qual a equipe pode confiar no seu substituto, especialmente em partidas mais acirradas.

- A gente tem tirado o Cano, e ele sabe que é o desgaste. Ele não está deixando de ter as suas oportunidades. Ribamar tem entrado. Com sua características de atacar sempre espaço e pressionar os zagueiros. Quando ele entra, o time sai de trás - disse.

Em uma bola roubada de Bruno Gomes, Lucas Ribamar chegou a balançar as redes. Porém, o belo gol foi anulado devido a uma falta do volante no início da jogada.

Por mais que o técnico Ramon Menezes tenha uma "espinha dorsal" ideal, administrar um elenco que lida com casos de Covid-19 e passar aos demais atletas a obstinação são seus grandes desafios.

- Grupo com muitos jovens, mas jogadores ambiciosos por vitórias e conquistas. Mérito total da comissão técnica, que sempre nos deixa cientes do que temos que fazer em campo. Estamos executando só o que eles estão pedindo - afirmou Neto Borges, que recentemente desembarcou na Colina, à Vasco TV.

Cabe a Ramon Menezes lapidar os jogadores que tem à sua disposição e elevar o Cruz-Maltino à sua melhor forma, independentemente de quem esteja em campo.