Reunião Vasco da Gama

Política cruz-maltina ainda promete muitos desdobramento nas próximas semanas (Foto: Luiza Sá/ Lancepress!)

Felippe Rocha
29/07/2020
19:41
Rio de Janeiro (RJ)

A Junta Deliberativa do Vasco aprovou, entre o fim da tarde e o início da noite desta quarta-feira, a lista com o detalhamento financeiro dos sócios apresentada pelo presidente do clube, Alexandre Campello. Deste modo, estão definidos os sócios aptos a votar na próxima eleição, prevista para novembro. Também foi confirmado que a Assembleia Geral Extraordinária para votar o novo estatuto, com eleições diretas, será no dia 25 de agosto.

São 8.807 os associados com direito a voto a partir de então, e a lista apresentada foi aprovada com ressalvas. Desta forma, em tese, os trabalhos do órgão estão finalizados. Contudo, sócios do clube entraram com uma ação judicial horas antes, nesta mesma quarta-feira, para tornar nulas as ações da Junta Deliberativa do Cruz-Maltino, conforme publicado pelo site Esporte News Mundo.

Isso já era previsto desde o último dia 10, quando a mesma Junta excluiu do quadro de sócios os anistiados em 2018, além de ter readmitido algumas categorias antes fora após recadastramento no mesmo ano. A aprovação se deu com ressalvas pelo pouco tempo hábil até o pleito.

Confira como votou cada presente na reunião, que se deu por meio virtual:
- Roberto Monteiro, presidente do Conselho Deliberativo, Silvio Godói, presidente do Conselho de Beneméritos, e Faues Mussa, presidente da Assembleia Geral votarão pela aprovação com ressalvas;
- Alexandre Campello, presidente da Diretoria Administrativa, votou contra, considerando a ação judicial que foi ajuizada nesta quarta-feira.
- Edmilson Valentim se absteve por entender que, sendo presidente do Conselho Fiscal, não poderia, no momento, aprovar a lista sem a devida avaliação.