Felippe Rocha
16/09/2021
21:02
Maceió (AL)

Foi por pouco. Por muito pouco que o Vasco não saiu do Estádio Rei Pelé com uma vitória na noite desta quinta-feira. Mas novamente um vacilo, este no fim do jogo, e a partida que marcou a estreia de Fernando Diniz e a reestreia de Nene no Cruz-Maltino terminou 1 a 1. Cano encerrou jejum e abriu o placar, mas Renan Bressan igualou o placar para o CRB nos acréscimos. Péssimo para a montanha que o time de São Januário precisa escalar na Série B do Campeonato Brasileiro.

CRB x Vasco
Nene teve boa reestreia pelo Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

+ Confira a classificação e os próximos jogos da Série B

PRESSÃO MANDANTE E VAR

Com nove minutos de jogo, Nene cobrou falta frontal, mas de longe. A cobrança foi boa, mas Diogo Silva defendeu. Quatro minutos depois, o time da casa pressionou. Primeiro Diego Torres lançou Nicolas Careca, que chutou, mas foi travado por Vanderlei. Aos 14, o perigo veio de cima: o Cruz-Maltino vacilou na marcação, o CRB chegou a abrir o placar, com Caetano, mas o lance foi anulado por impedimento com a ajuda do VAR.

PRESSÃO VISITANTE E GOL
Aos 26, o Vasco pressionou a saída de bola, e Cano chutou forte. O goleiro mandante defendeu. Cinco minutos depois, filme parecido: foi Andrey quem chutou, Diogo defendeu e Cano tentou o rebote. Houve revisão e a não marcação foi confirmada. Aos 37, Nene rolou para o mesmo Andrey, em cobrança de falta na lateral esquerda da área. A finalização foi para fora. E no último lance do primeiro tempo, a bola sobrou para Ricardo Graça na entrada da área, após escanteio. O chute forte encontrou a letra de Cano. Gol do artilheiro. Fim do jejum de dez jogos!

PRESSÃO MANDANTE
O segundo tempo começou com susto aplicado pelo CRB. Aos seis minutos, Diego Torres cruzou e Ewerton Páscoa testou obrigando Vanderlei a fazer boa defesa. Com o passar do tempo, o domínio do time mandante passou a ser absoluto. Se não criava oportunidades, alugava o campo de defesa vascaíno. E numa rara chance do Vasco na etapa derradeira, Andrey puxou contragolpe de quatro jogadores contra dois, passou para Gabriel Pec e o chute... foi defendido por Diogo Silva.

E GOL...
Assim como no primeiro tempo, o gol saiu nos acréscimos. O CRB roubou bola na saída cruz-maltina, Guilherme Romão rola e Renan Bressan desloca Vanderlei para o empate. Fim de papo e um empate frustrante para o Cruz-Maltino.


FICHA TÉCNICA
CRB 1 X 1 VASCO


Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data e hora: 16 de setembro de 2021, às 19h
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartões amarelos: Reginaldo, Júnior Brandão e Guilherme Romão (CRB); Andrey (VAS)
Cartão vermelho: -

GOLS: Cano (aos 48'/1ºT 0-1) e Renan Bressan (aos 46'/2ºT 1-1)

CRB: Diogo Silva, Reginaldo (Celsinho, Intervalo), Everton Páscoa, Caetano e Guilherme Romão; Marthã, Wesley (Jean Patrick, Intervalo) e Diego Torres (Renan Bressan, 16'/2ºT); Pablo Dyego, Nicolas Careca (Júnior Brandão, 16'/2ºT) e Jajá (Alisson Farias, 22'/2ºT) - Técnico: Allan Aal.

VASCO: Vanderlei, Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Zeca; Andrey (Caio Lopes, 38'/2ºT); Morato (Gabriel Pec, 25'/2ºT), Marquinhos Gabriel, Nene (Figueiredo, 31'/2ºT) e Léo Jabá (Bruno Gomes, 25'/2ºT); Cano - Técnico: Fernando Diniz.