LANCE!
24/03/2018
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Basta uma derrota 'no detalhe' para todo um trabalho de meses ser desvalorizado por quem vê de fora. A eliminação no clássico contra o Botafogo trouxe de volta algumas críticas da imprensa e da torcida sobre os erros defensivos do Vasco, principalmente nas bolas paradas. Um dos que se salvou na noite de quarta-feira foi o zagueiro Erazo.

Além de ter marcado um dos gols, o equatoriano teve boa atuação na partida. Mesmo assim, evita fazer comparações e explica que a oscilação da equipe é normal. Tudo faz parte de um processo lento, que uma hora chegará próximo à perfeição que Zé Ricardo procura.

- Temos que manter o equilíbrio defesa e ataque. De um dia para o outro não dá para acertar tudo. Tem um processo, estamos fazendo isso. As críticas chegam quando erramos, acham que está tudo errado, mas não é assim. Vamos entendendo o processo aos poucos. Vai chegar uma hora que o Vasco vai fazer gols e vai defender bem.

O zagueiro, com 29 anos e experiência internacional pela seleção, começa a se portar como um dos líderes da equipe. Além de minimizar o fato de ter balançado as redes, reforça a ideia de conjunto. Inclusive, blinda as críticas aos mais novos e pede paciência com os garotos revelados na Colina.

- Aqui é um conjunto. Somos um grupo que está tentando fazer o que o Zé está nos passando. A gente consegue finalizar, trabalhar a bola, chegar perto do gol. Temos que ter a maturidade, tranquilidade e passar confiança aos jovens e para torcida. Temos muitos garotos, Evander, Paulinho, Cosendey... eles não sabem assimilar ainda. Passamos confiança para eles, temos um ótimo treinador, uma diretoria trabalhando para acertar tudo. Peço para não escutarem as críticas e continuarmos trabalhando.