Alexandre Campello

Campello já procurou os dois candidatos e quer discutir processo de transição  (Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

LANCE!
05/12/2020
13:19
Rio de Janeiro (RJ)

Nas redes sociais, o atual presidente do Vasco, Alexandre Campello, afirmou que procurou Leven Siano e Jorge Salgado para discutir sobre a transição no comando do Vasco para o próximo triênio. Segundo o mandatário, as conversas terão início na segunda-feira antes mesmo da decisão da justiça sobre o nome que irá presidir o clube entre 2021 e 2023. 

- Tomei a iniciativa de conversar há pouco com Jorge Salgado e Leven Siano para iniciarmos, a partir de segunda-feira, o processo de transição antes mesmo que a Justiça se posicione quanto às eleições. Creio ser esta a medida mais sensata e que melhor atende aos interesses do clube - disse.

Com a iniciativa de Campello, Leven Siano  postou algumas mensagem em sua rede social confirmando o contato, porém reclamou da presença do adversário na reunião. Além disso, ele citou que o mandato do atual presidente foi exercido por meio de uma ordem liminar do TJ/RJ. 

- Confirmo que fui procurado por Campello para tomar pé da situação. Repudio, porém, convidar outro agente político em desrespeito às ordens judiciais em vigor do TJ/RJ e do STJ e a insistência em não reconhecer minha legitimidade como eleito, o que mantém novos parceiros afastados - criticou.

Lembre-se que o atual mandato de Campello foi todo exercido por força de uma ordem liminar do TJ/RJ, de forma que vento que venta lá não venta cá, o que é incoerente. Aceitei, contudo, ir ao clube com executivos coletar informações para efetivar o planejamento a partir da posse.

Ficou ressalvado por Campello que a tomada de pé estará limitada ao compartilhamento de informações administrativas somente, sem qualquer possibilidade de interação no futebol, de forma que a responsabilidade integral estará com ele até a data da posse - criticou.

A indefinição nas eleições do Vasco segue na justiça e no próximo dia 17 de dezembro está previsto o julgamento do colegiado de desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). que pode definir as eleições de vez as eleições do clube e definir o nome que comandará o Gigante da Colina no triênio 2021/2023.

Vale lembrar que o pleito segue judicializado devido a uma série e fatos que ocorreram desde o início do mês de novembro. Em primeiro lugar, uma votação presencial ocorreu no dia 7 de novembro, em São Januário, sendo interrompida restando poucas horas para o fim em virtude de uma liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Apesar disso, os membros da mesa diretora decidiram fazer a contagem dos votos e o candidato Leven Siano, da chapa 'Somamos' ficou à frente dos adversários.

Com a decisão do STJ, uma nova eleição foi marcada para o dia 14 de novembro, de maneira virtual, porém apenas com os candidatos Jorge Salgado e Júlio Brant, já que Leven Siano, Alexandre Campello e Sérgio Frias decidiram não participar deste pleito.

Por fim, após a contagem dos votos, o candidato Jorge Salgado, da chapa 'Mais Vasco' foi o mais votado dessa segunda eleição. No entanto, o STJ determinou que o caso retornasse ao TJ-RJ e a indefinição persiste com acusações e alfinetadas de ambos os lados e uma verdadeira guerra política.