Vasco x Operario

Vasco teve atuação apagada e marcada por muitos erros (Foto: Jorge Rodrigues/AGIF/ BrasileiraoB)

Felippe Rocha
29/05/2021
13:05
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco começou na Série B deste ano como nem o mais pessimista torcedor talvez imaginasse. Diante do Operário-PR, em São Januário, o time abusou dos erros ofensivos e, principalmente, defensivos. O resultado foi uma derrota por 2 a 0 e um baile. A equipe visitante ainda colocou duas bolas na trave.

O Cruz-Maltino volta a entrar em campo na próxima terça-feira, contra o Boavista, pela Copa do Brasil. No mesmo dia, o Operário joga contra o Guarani, pela Série B do Brasileirão.

DEFESA DO VASCO BATE CABEÇA, OPERÁRIO ABRE O PLACAR
O jogo já começou com o Operário assustando. Alex Silva fez Vanderlei trabalhar com um minuto de jogo. Aos seis, o chute de Jean Carlo foi por cima da meta. Mas aos sete, Felipe Garcia roubou a bola de Zeca, passou para Ricardo Bueno e a assistência encontrou Leandrinho, que fez o gol e... fez o L!

DEFESA DO VASCO SEGUE BATENDO CABEÇA
Os minutos seguiram e a defesa vascaína seguiu falhando. Ernando deu um presente para Jean Carlo, que avançou, finalizou, mas o goleiro defendeu. Tecnicamente, o dia era terrível também nas tentativas cruz-maltinas de ir ao ataque.

TUDO ERRADO PARA UM, TUDO CERTO PARA O OUTRO
O time de Marcelo Cabo seguia sem conseguir trocar passes para ir ao ataque e falhando na defesa. O time paranaense seguia assustando. Alex Silva deu outro chute na direção do gol e, aos 42 minutos, Andrey errou passe, Jean Carlo acionou Ricardo Bueno e o chute foi de cobertura. O Operário ganhava por 2 a 0. O Vasco deu apenas dois chutes perigosos no primeiro tempo: um com Figueiredo, outro com Gabriel Pec.

DEPOIS DO INTERVALO...
Na volta após o intervalo, o Vasco tinha três alterações. Estava mais ofensivo. Porém, foi o volante Rafael Chorão quem colocou uma bola na trave esquerda de Vanderlei. Gabriel Pec deu um susto no goleiro, mas o Cruz-Maltino, mesmo melhor em relação à primeira etapa, era incapaz de envolver a equipe visitante.

CENÁRIO MANTIDO
Chegou a parada técnica, chegaram os 40 minutos... e o Vasco não conseguiu se impor, envolver o adversário. Cano até deu um chute forte, aos 41, mas no minuto seguinte Rodrigo Pimpão - aquele - chutou a bola na trave. No placar, nada mudou. A estreia do Vasco na Série B foi com derrota, e em casa.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 2 OPERÁRIO-PR


Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 29 de maio de 2021, às 11h
Árbitro: Thiago Luis Scarascati (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Cartões amarelos: Leandrinho (OPE)
Cartões vermelhos: Não houve

GOLS: Leandrinho, aos 7'/1ºT (0-1); Ricardo Bueno, aos 42'/1ºT (0-2)

VASCO: Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Ricardo Graça e Zeca (Riquelme, 34'/2ºT); Andrey e Galarza (Sarrafiore, Intervalo); Morato (Léo Jabá, Intervalo), Gabriel Pec (Vinícius, 34'/2ºT) e Figueiredo (Daniel Amorim, Intervalo); Cano - Técnico: Marcelo Cabo.

OPERÁRIO-PR: Simão, Alex Silva (Lucas Mendes, 19'/2ºT), Reniê, Rodolfo Filemon e Silva (Fabiano, 24'/2ºT); Rafael Chorão (Marcelo, 24'/2ºT), Leandrinho (Leandro Vilela, 12'/2ºT) e Tomas Bastos; Felipe Garcia, Ricardo Bueno e Giancarlo (Rodrigo Pimpão, 12'/2ºT) - Técnico: Matheus Costa.