Rodinei perde gol no clássico Vasco x Flamengo

Danilo Barcelos impediu gol de Rodinei (Foto: Reprodução/ LANCE!TV)

LANCE!
11/03/2019
16:09
Rio de Janeiro (RJ)

Aos 47 minutos do segundo tempo, Rodinei teve nos pés a chance de dar a vitória ao Flamengo no clássico contra o Vasco, que encerraria a invencibilidade da equipe na temporada. No entanto, o lateral rubro-negro foi bloqueado de forma providencial por Danilo Barcelos, salvando o cruz-maltino, que marcaria o empate pouco depois. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o defensor celebrou o lance.

- Foi um lance incrível. Coisas que acontecem só comigo na minha carreira. Final de jogo, a gente com a invencibilidade a zelar. Isso faz parte do nosso cotidiano, nossa equipe vem bem, acredito que estávamos bem naquele momento do jogo. Buscamos o resultado a todo instante, como é no Vasco. Foi um lance que vai ficar marcado na minha memória e de quem presenciou. A importância não foi só minha, o grupo todo acreditou que dava para buscar o empate - disse.


Quando marcou o gol do título da Taça Guanabara, Danilo contou que assistiu diversas vezes o lance. Desta vez, não foi diferente.

- Vi muitas vezes o lance. Fizemos um belo jogo no meu modo de ver. Se a gente não treinasse da maneira que a gente treina, talvez eu não conseguisse chegar naquela bola. Levamos isso para dentro de campo. Foi uma bola parada. Naquele lance ali eu só pensei em voltar para tentar ajudar os companheiros. Quando teve o passe do Bruno Henrique, achei que estava impedido, olhei para o bandeira, mas não teve reação, então só pensei em tirar a bola - falou.


Na próxima quinta-feira, o Vasco volta a entrar em campo, desta vez pela Copa do Brasil. O adversário será o Avaí, em São Januário, pela terceira fase da competição. Danilo projetou o confronto e falou sobre a importância do torneio.

- Temos pela frente a Copa do Brasil e estamos preparados, porque sonhamos com este título. São competições diferentes, a gente vira a chave. Temos consciência de que são dois jogos. Estamos conscientes do que estamos fazendo, de que o trabalho está sendo bem feito. Esperamos o estádio lotado, com o torcedor acreditando desde o início, tenho certeza que vai dar certo. Eu adoro a Copa do Brasil, acho que agora fica mais interessante com ida e volta. Como essa regra de que o gol fora de casa não vale mais, não faz muita diferença onde vai ser o primeiro jogo - afirmou.

Veja outras declarações:

LANCES CURIOSOS NA CARREIRA


Na final da Copa do Nordeste eu fiz um gol. No Campeonato Mineiro eu estava na reserva, meu colega de quarto passou mal e saiu com 10 minutos de jogo. Entrei e fiz dois gols no primeiro jogo da final. Vários lances bacanas, esse do Rodinei vai ficar marcado. Estou vivendo um grande momento, estou feliz de vestir essa camisa.

VALENTIM

O Alberto tem um elenco de 30 e poucos jogadores que ele controla muito bem. O nosso treino é muito forte. Quem ele colocar vai estar pronto para ajudar o Vasco. Aqui não tem mudado muito, porque estamos comprometidos com a causa.

POUCAS CHANCES NO CLÁSSICO

Nosso maior rival, cria essa expectativa. É um jogo mais tenso, com mais confusão. É normal em todo lugar. Aqui obviamente maior pelo tamanho do jogo. Acredito que nosso time teve mais chances do que o Flamengo, pois ficamos bem postados no jogo. Ofensiva e defensivamente. Foi um jogo equilibrado. Se não fosse empate seria injusto pelo que apresentamos. Demos um espetáculo em campo.

NÚMERO 14

É uma homenagem ao número que uso. Tem muitas coisas sobre o ano de 2014. Foi minha primeira Série A pelo Sport, casei e fiquei sabendo da minha filha, que é a mais importante na nossa vida. Faz muita diferença para mim.

placeholder