Treino Vasco - Elenco

Vasco vive período em que pode descansar e treinar de forma mais produtiva (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Felippe Rocha
30/09/2020
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

O Campeonato Brasileiro começou empolgando o torcedor do Vasco. Chegou a ser líder - o que não acontecia há oito anos - mas o time comandado por Ramon Menezes amarga uma má fase, ainda que pequena, na temporada: são quatro jogos sem vencer. Mas dois destes pela Copa do Brasil. No principal torneio do país, a expectativa interna é de que o time se mantenha na região da tabela em que está até o fim. A palavra é do presidente do clube, Alexandre Campello.

- Desde o início, dizemos que queremos brigar na parte de cima. Queremos brigar entre os seis primeiros. É nisso que estamos pensando. É natural que, num campeonato difícil, sem tempo para treinar durante uma competição que se inicia depois de longa paralisação, haja lesões. Porque tem a perda de resistência dos atletas. As lesões estão relacionadas a este longo período de paralisação no calendário - analisou Campello, que é médico, respondendo questionamento do LANCE! durante transmissão do canal no Youtube "Atenção, Vascaínos", na última segunda-feira. E ele completou:

- A expectativa é de que a partir desta semana cheia tenhamos, contra o Atlético-MG, a equipe completa e possamos voltar aos melhores momentos. A equipe melhorou no último jogo, principalmente no primeiro tempo - entende o mandatário.

A "semana cheia" citada pelo dirigente é o período superior a quatro dias que o time vem tendo neste fim de setembro e início de outubro. Entre a partida contra o Red Bull Bragantino, no último domingo, e o duelo com o Atlético-MG, no próximo, o intervalo é inédito para o time desde a estreia no Brasileirão deste ano, contra o Sport, no dia 13 de agosto.

Na resposta acima, Campello deu um indício de boa notícia para a torcida. Se a equipe estará completa, significa que Ricardo Graça e Benítez, atualmente lesionados, deverão ter tempo de recuperação. A ver.