Montagem Vasco - Yago Pikachu e Claudio Winck

Yago Pikachu é o atual titular e Claudio Winck briga por espaço (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Felippe Rocha
04/08/2020
07:30
Rio de Janeiro (RJ)

A lateral direita passa longe de ser uma preocupação do Vasco atual. Isso porque embora ela não tenha os jogadores mais queridos pela torcida, também não é uma prioridade da diretoria no mercado. No elenco, Yago Pikachu é o titular, Cayo Tenório busca espaço e Claudio Winck participou dos dois primeiros jogos de Ramon Menezes como técnico efetivado. E vê espaço para todos, além de uma eventual dobradinha.

- O Pikachu é um cara que eu gosto muito, para mim é um excelente jogador. Sempre que estou jogando com ele eu gosto bastante. Temos um entrosamento bom. O Tenório é um menino da base, está chegando bem, treinando bem - afirmou, durante o "De casa com o LANCE!" desta segunda-feira. E completou:

- Mas vão ter tantos jogos agora, em função dessa pandemia, que eu acho que vai ter oportunidade para todo mundo. Quem estiver melhor e agarrar a oportunidade, vai jogar. E, para falar bem a verdade, dá para nós dois jogarmos juntos. Um na lateral e um na frente. Dá para fazer uma boa dupla - avaliou Claudio Winck.

Reincorporado ao grupo no final da gestão de Abel Braga no Cruz-Maltino, Winck faz a análise ao LANCE! quando questionado sobre as características de cada jogador que busca vaga à direita da linha de defesa. Na prática, Vinícius é o atual titular do lado direito do ataque atualmente.

Os dois laterais-direitos mais experientes têm como uma característica a versatilidade. Na mesma live, Winck já havia explanado sobre as funções que exerceu ao longo da carreira.

- No Sport, por exemplo, eu joguei de extremo (ponta) bastante. No Inter, eu joguei também. Estou à disposição do Ramon. Esses dias eu treinei de zagueiro também, acho que o Castan estava fora de alguns treinos. Eu fico à vontade. O importante é estar jogando - almeja Claudio Winck.