Felipe Ferreira - Vasco (Apresentação)

Felipe Ferreira foi alvo de forte, mas rápido imbróglio entre Vasco e CRB (Foto: Carlos Gregório Jr./Vasco)

LANCE!
01/10/2019
11:52
Rio de Janeiro (RJ)

O meia Felipe Ferreira foi apresentado na manhã desta terça-feira. Ele está, finalmente, integrado à rotina do Vasco. Mas as horas até a oficialização da contratação, na última sexta, foram tensas. Vinculado à Ferroviária (SP), mas emprestado ao CRB, ele negociou rapidamente com o Cruz-Maltino para ficar cedido até dezembro deste ano, mas a equipe alagoana fez jogo duro para liberá-lo. Ele precisou acionar até a Justiça para poder ser inscrito a tempo.

- Os últimos dias foram tensos, bem intensos. Mas havia uma cláusula no nosso contrato. Quando teve o interesse do Vasco da Gama... não tem nem o que falar de um clube desse tamanho. Não pensei duas vezes. Bati o pé dizendo que queria vir para cá. Depois, todo mundo fez a correria, lutou bastante para que isso acontecesse. Estou muito feliz de estar aqui e de ter terminado de um jeito feliz para todo mundo - celebra o meio-campista de 25 anos.

TABELA
Confira aqui a classificação do Campeonato Brasileiro

Felipe chega para aqueles que devem ser os três meses mais importantes da carreira até aqui. Mas sabe que foi por muito pouco que não caiu tudo por terra. O nome dele apareceu no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF, a 12 minutos do fim do prazo de inscrições dos clubes na Série A do Campeonato Brasileiro.

- Eu me senti... foi bem tenso. Não sabia como seria. Como havia a cláusula que me liberava para clube da Série A, achei que não seria complicado como foi. Mas entendo a parte deles (CRB). Como a gente vinha fazendo um grande campeonato e eu vinha tendo papel importante na equipe, soube entender isso. Queria que terminasse da melhor maneira porque não poderia perder uma oportunidade como essa. Estou muito feliz e acho que depois, com o tempo, todo mundo vai ficar mais tranquilo, vai passar um pouco a tensão e tocar daqui a de lá também - espera, citando a mágoa dos dirigentes do CRB.

Meia de origem, Felipe garante poder jogar nas pontas. Especificamente para a esquerda, o time vai perder, a partir do dia 14, a mais jovem e grande estrela: Talles Magno, convocado para a Seleção Brasileira Sub-17 para o Mundial da categoria. Felipe afirma que poderá ajudar por ali também.

- Sim. Eu venho jogando mais pelo outro lado (direito), mas também posso fazer aquele, e jogo por dentro. Costumo fazer bem as funções ali da frente. Se a gente ficar sem ele, que vem fazendo grande campeonato, vamos sentir falta, mas estou aqui para dar um auxílio, mais uma opção para o Vanderlei - concluiu Felipe Ferreira.

placeholder