Bruno César Vasco

O meia Bruno César perdeu peso desde que chegou em São Januário (Rafael Ribeiro/Vasco)

Felippe Rocha e Luiza Sá
25/07/2019
07:10
Rio de Janeiro (RJ)

O motivo é infeliz, mas a apendicite e consequente cirurgia de Rossi abriram ainda mais espaço no Vasco para Bruno César. Espaço que o próprio meia fez por onde para conquistar com a atuação e com o golaço sobre o Fluminense, no último domingo. No treino coletivo desta quinta-feira, a ponta direita foi dele. Ao que parece, também será contra o Palmeiras, no sábado.

Além de ter participado do coletivo entre os titulares, Bruno também atuou com os suplentes no início do jogo-treino com o Barra Mansa. Pouco tempo, função diferente, mas já é uma mostra da evolução física do jogador contratado para ser o grande criador da equipe. Se a posição dele em campo mudar para a sequência da temporada, o treinador garante que não será um problema.

- Ele não é uma novidade. Eu gosto desse jogador de lado que mastiga a bola. A bola tem que parar ali. Tem que ter o velocista, mas também alguém que pare a bola - analisou Vanderlei Luxemburgo, após a vitória sobre o Tricolor, no último fim de semana.

Contratado junto ao Sporting (POR), Bruno César tem 23 partidas pelo Vasco e quatro gols marcados. Ele foi titular em 13, mas esteve longe de acumular uma sequência de bons jogos. Quando Luxemburgo foi contratado, ele foi um dos jogadores a serem inicialmente preteridos. Mas já retoma papel importante após melhorar a forma física.

- A gente oferece a nossa condição profissional. O Daniel (Gonçalves) na fisiologia, o (Antônio) Mello na preparação física, nós na parte técnica... ele tem que entrar em forma. Falamos: você precisa fazer isso. Ele caiu dentro, melhorou, está com força. Consegue chegar antes do rival - comemorou o treinador vascaíno.

placeholder