icons.title signature.placeholder Leonardo Blecher
13/06/2012
17:27

Na tarde desta quarta-feira, o meia Valdivia reconheceu pessoalmente Rogério dos Santos, que o sequestrou junto de sua mulher, Daniela Aranguiz, na última quinta. O reconhecimento foi feito no 23º distrito policial de São Paulo, em Perdizes, onde o jogador já havia comparecido durante a manhã.

Além de Valdivia ele teria sequestrado outras duas vítimas na semana passada. No caso do jogador, Rogério responderá por extorsão mediante sequestro e estupro de Daniela, por ter tentado abusar dela, o que legalmente já configura o crime.

- Quando ele levou Valdivia até o caixa eletrônico, mandou ele descer do carro e permaneceu dentro dele com a esposa do jogador. Ela disse que ele acariciou seus seios e tentou fazer atos libidinosos - afirmou Marco Aurélio Batista, o delegado responsável pelo caso.

Veja o momento em que Valdivia e a esposa eram feitos reféns

Segundo a polícia, o criminoso, conhecido como Orelhinha, era foragido da Justiça e em sua extensa ficha (desde 1994) constavam extorsão, estupro, furto, roubo e atentado violento ao pudor.

- Ele não foi interrogado formalmente, mas informalmente confessou o crime e contou em detalhes - disse o delegado, que disse ter certeza absoluta da autoria do crime.

Rogério dos Santos foi preso na segunda-feira, e posteriormente reconhecido por um policial militar como o autor do sequestro de Valdivia, por meio de imagens divulgadas na televisão.