icons.title signature.placeholder Victor Abreu
08/04/2011
09:45

Quem anda pela sede social do Olaria pode acabar esbarrando no ex-goleiro Ubirajara Alcântara, que atuou pelo Flamengo, Botafogo, América-RJ, Olaria, entre outros clubes. O negro alto, de fala mansa e cabelos grisalhos está sempre na mídia quando algum goleiro marca um gol. Mas quando ativada a memória, relembra dos tempos românticos de futebol. Como no dia em que defendeu uma bicicleta de Pelé.

- Um jogo a noite no Maracanã contra o Santos, Pelé recebeu um cruzamento e eu antevi que ele tentaria uma bicicleta e me antecipei no salto. Foi uma defesa belíssima no ângulo. Na foto eu saltei tão bem que meu corpo estava acima dos zagueiros. Espetacular - definiu.

Com feito tão importante, Bira ainda faz questão de provocar o rei do futebol.

-Ele precisou de mil pra entrar no livro dos recordes, enquanto eu precisei de apenas um. E de todos esses que ele fez, nenhum foi em mim - cutuca o ex-arqueiro, que enfrentou o Pelé em três oportunidades.

Bira, como é informalmente conhecido, está no livro dos recordes por dois feitos. Ele foi o primeiro goleiro do mundo a marcar um gol, sendo o gol mais longe da história: de uma área a outra. Apesar de ainda ter sido eleito o "Negro mais bonito do Brasil" pelo programa do Chacrinha, Bira é um senhor humilde e discreto.

- Olha sempre falam comigo sobre os goleiros fazendo gol, mais eles que deviam vir me agradecer (risos), fui o pioneiro - exaltou.

Saindo do tom de brincadeira, o ex-goleiro está tentando levantar fontes para um novo recorde: um período de 80 jogos e ter sofrido apenas dois gols.

Mas quando questionado sobre a nova geração de goleiros no futebol brasileiro, Bira se mostra pouco entusiasmo e apenas o goleiro Jefferson, do Botafogo, lhe agrada.

- Esse goleiro do Botafogo tem muito potencial, só precisa de um pouco mais de equilibrio. Quando ele conseguir isso vai ser titular da seleção brasileira - proficiou.

Atualmente Ubirajara é funcionário do Olaria, porém não está excercendo nenhuma função no futebol do clube. Mas não se engane quem acha que ele esta apenas curtindo as dependências do clube, Bira organiza diversos projetos para apresentar em algumas faculdade visando a formação de futuros atletas, dentro e fora do futebol.

- Eu estou organizando todo um estudo sobre formação de atletas e buscando alguém que se interesse nos meus projetos para eu por em prática essa minha visão de formação em várias modalidades de esporte - explicou.

Ele ainda garante que se não conseguir por em prática seus projetos no Brasil, tentará a sorte fora do país.

- Eu tenho uma filha morando na Itália e outra nos EUA. Agora em Junho devo ir visitar minha filha na Itália, se conseguir um apoio fico por lá mesmo - finalizou o ex-goleiro.