Timea Babos

Divulgação / Instagram

TÊNIS NEWS
06/09/2020
14:51
Budapeste (Hungria)

A tenista húngara Timea Babos lamentou e chorou pela exclusão do torneio do US Open por intermédio do condado de Nassau. Ela fazia a dupla favorita com a francesa Kristina Mladenovic, que teve contato com Benoit Paire que testou positivo para COVID-19.

Babos fez seu relato nas redes sociais e disse que realizou quatro testes negativos e a parceira foi testada onze vezes: "Estou em casa, sentada na cozinha e chorando. Não tive tempo para nada e agora estou me dando conta do que aconteceu e não entendo, é terrivelmente injusto. Não vejo nenhuma razão no porque precisava ser assim. Vamos aos fatos: Benoit Paire teste positivo foi há 10 dias depois de quatro negativos, mas nos últimos dias ele recebeu resultados negativos. O resto perto dele nunca teve teste positivo. eu me testei quatro vezes, a Kiki (Mladenovic) fez 11 exames, mais uma vez, eu disse 11!! testes negativos. Nós fomos excluídas porque todo mundo tinha jogado e perdido. Na sexta eles estavam já preparando pro Mannarino jogar, ele foi autorizado e nós não. Simplesmente uma injustiça! Imcompreensível! Não é justo e ainda posso listar. Pensei muito em viajar ou não, tinha muitos questionamentos, mas sou uma atleta, queria competir . Tirando isso, estava para ganhar o torneioe honestamente tínhamos uma boa chance . Eles nos tiraram a oportunidade de levantar um Grand Slam sem tirar os estragos mentais e material. Mas porquê ? Não sei, não entendo...Realmente não...", disse a jogadora.