Daniel Orsanic em clínica no Brasil Open 2018

Gaspar Nóbrega - DGW Comunicação

Tênis News
01/12/2019
19:50
Buenos Aires, Argentina

Campeão do US Open 2009, aos 22 anos de idade, o argentino Juan Martin Del Potro teve sua carreira atrapalhada por uma série de lesões recorrentes. Apesar dos percalços, sempre manteve um grande nível de tênis, aparecendo entre os melhores do ranking.

Essas características levaram o ex-capitão da equipe argentina da Copa Davis, Danie Orsanic, que comandou Del Potro e seus compatriotas no título em 2016, a comentar que, não fossem as lesões, o ex-número 4 do mundo teria atingido o topo do ranking.

“Infelizmente foram apenas algumas temporadas onde ele terminou bem fisicamente. Ele é um bom rapaz, e sem lesões já teria sido número um do mundo”, garantiu o ex-capitão em conversa com o site ‘TennisWorldUSA”.

Orsanic ainda relembrou o triunfo de 2016 pela Copa Davis. “Vencemos porque tínhamos a melhor equipe de todas. Estou convencido de que fizemos a melhor Argentina da história. Todos apoiavam. O jogador que estava em quadra sabia que o resto da equipe estava com ele, o que ajuda muito nos momentos importantes”, garantiu.