Tite - Brasil 1 x 0 Colômbia

Tite está há quase 1.900 dias a frente da Seleção Brasileira (Foto: Reprodução/CBF TV)

Fábio Lázaro
12/11/2021
15:46
São Paulo (SP)

O triunfo da Seleção Brasileira sobre a Colômbia, por 1 a 0, na última quinta-feira (11), em São Paulo, colocou o Brasil na Copa do Mundo de 2022 no Qatar e, de quebra, representou a 50ª vitória da Seleção sob o comando do técnico Tite. 

O treinador comandou a Seleção Brasileira em 67 ocasiões e perdeu apenas cinco. O aproveitamento é de 80,60%. 

Ainda que avesso a números, o técnico destacou o feito, mas destacou que o que mais o empolga é o cotidiano de trabalho com a comissão técnica. 

- Eu não sou muito afeito a números. Claro que ele é legal, que o reconhecimento é bom. Mas eu falo isso de coração. A minha maior alegria é dividir alegria. Quando eu olho para a comissão técnica, o pessoal que trabalha no dia a dia, é impagável. É a forma, a dignidade que fazemos o nosso trabalho, respeitar os diferentes, saber que representamos um monte e temos que falar com carinho. É isso. Dividir - pontuou Tite em entrevista coletiva após garantir classificação para a Copa. 

Desde a estreia de Tite pela Seleção, no dia 1º de setembro de 2016, são 1.898 dias, neste período o treinador alternou conquistas, como o título da Copa América de 2019, no Maracanã, e a classificação para a dois Mundiais, e decepções, como a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018, diante da Bélgica, e a derrota na final da Copa América deste ano, contra a Argentina, em pleno Maracanã. 

Os hermanos, inclusive, são os próximos adversários do Brasil pelas Eliminatórias, na terça-feira (7), em San Juan. No último dia 5 de setembro, as duas seleções se enfrentariam, na Neo Química Arena. A bola chegou a rolar, mas sete minutos depois o confronto foi paralisado por fiscais da Polícia Federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por conta de quatro jogadores argentinos não terem respeitado a quarentena exigida para estrangeiros ao entrar no Brasil, bem como eles também mentiram em informações no cadastro para ingressos em território brasileiro.