William Correia
08/07/2017
13:15
São Paulo (SP)

O São Paulo já se prepara para perder mais um titular nesta janela de transferências europeia: Rodrigo Caio. O Zenit, da Rússia, sinalizou que tornará oficial uma oferta que arque com a multa rescisória de 18 milhões de euros (R$ 67,5 milhões) estipulada em contrato e a diretoria sente não ter mais condições de segurar o zagueiro.

De acordo com o blogueiro Ricardo Flaitt, a venda já está, inclusive, sacramentada. E a expectativa no clube é de que, nos próximos dias, seja confirmada a saída do jogador de 23 anos, formado nas categorias de base do Tricolor.

Pessoas envolvidos na negociação falam até da possibilidade de Rodrigo Caio sair por 20 milhões de euros (R$ 75 milhões), valor que superaria a multa. Isso ocorreria apenas mediante um acordo do zagueiro com o próprio São Paulo, já que a diretoria nada pode fazer se um clube, simplesmente, pagar o valor da rescisão estipulada em contrato.

No São Paulo, os dirigentes acreditam que Rodrigo Caio, desta vez, aceitará ser negociado. Ele disse recentemente que só sairá para ser titular em outro clube, mantendo o sonho de disputar a Copa do Mundo de 2018, e o Zenit, do técnico Roberto Mancini, pode ser uma boa oportunidade para sua ida ao futebol europeu nestas condições.

O zagueiro recebeu aumento e renovou seu contrato com o São Paulo no primeiro semestre até 2021, mas sua saída vem sendo especulada há mais de três anos. No fim de maio, empresários envolvidos com o futebol italiano mostraram interesse, destacando principalmente Inter de Milão e Lazio, mas as negociações não avançaram.

Como ainda não tem nada oficial, é bem provável que Rodrigo Caio fique à disposição de Pintado, técnico interino da equipe, para enfrentar o Santos neste domingo, na VIla Belmiro, pela Campeonato Brasileiro. Pode ser a sua despedida do São Paulo.

Desde o começo de junho, o São Paulo já vendeu o volante Thiago Mendes e o atacante Luiz Araújo para o Lille, da França, e o zagueiro Maicon para o Galatasaray, da Turquia. O clube ainda aguarda uma oferta da Turquia pelo meia peruano Cueva.