Reinaldo

Reinaldo falou com os jornalistas no CT na tarde desta terça-feira - FOTO: Fellipe Lucena

Fellipe Lucena
09/04/2019
18:27
São Paulo (SP)

O lateral Reinaldo, do São Paulo, foi substituído no segundo tempo da semifinal contra o Palmeiras com dores no adutor direito, mas garante que não desfalcará o time no primeiro jogo da final, às 16h de domingo, no Morumbi, contra o Corinthians.

- Vou, sim. Fiz o exame ontem e não deu lesão nenhuma. Só deu cansaço, uma embolada ali. Agora é dar uma soltada para estar pronto para o fim de semana - disse o camisa 6, que atendeu a imprensa nesta terça-feira na Barra Funda.

Reinaldo foi questionado sobre o fato de sempre estar próximo das discussões durante as partidas. Ele diz que tenta evitar que os adversários intimidem seus companheiros, principalmente os garotos - Luan, Liziero, Igor Gomes e Antony, todos titulares da equipe de Cuca que estavam no sub-20 até ano passado.

- Os meninos sabem lidar com isso muito bem. Todos que estão ali já sabem que não têm que cair na pilha dos outros. Mas na hora que precisa se impor, para não deixar ficarem falando toda hora com os meninos, a gente tem que fazer. É nosso ganha pão, temos que estar brigando sempre. Ninguém tem que intimidar ninguém, tem que jogar futebol. Quando vejo que alguém quer se crescer para cima do outro, isso eu não gosto, então eu tenho que chegar para não deixar falarem muito, não só com os mais jovens, mas com os experientes também. Quando tem alguma discussão com qualquer jogador eu estou lá em cima, porque senão eles vão querer ganhar no grito, falando com o juiz, e o juiz pode se intimidar - disse Reinaldo.

Embora tenha 29 anos - dez a mais que Igor Gomes e Antony, por exemplo -, Reinaldo não se considera um "vovô" no elenco, como questionou um jornalista.

- Eu me sinto jovem igual a eles. Sou um cara que gosta de conversar bastante com eles, mas dentro de campo me sinto jovem, buscando meu espaço, tentando fazer o meu melhor.