Marcio Porto
05/07/2017
11:49
São Paulo (SP)

No primeiro dia de atividade com todo o grupo disponível para trabalhar no campo após a saída de Rogério Ceni, a comissão técnica do São Paulo deu atenção especial a dois camisas 10 do elenco. E as duas situações vividas no treino desta quarta-feira condizem com o momento de Cueva e Lucas Fernandes. O peruano pode até perder vaga no time.

Titular absoluto há tempos, mas em fase muito ruim atualmente, Cueva participou do treino como qualquer outro jogador, mas iniciou fora da atividade em que o auxiliar Pintado esboçava formações - o auxiliar comandará o time domingo no clássico contra o Santos mesmo com o anúncio de Dorival Júnior nesta quarta-feira. Cueva só participou da etapa mais competitiva do treino mais para frente. E, no fim, o auxiliar o chamou para uma conversa em particular. No centro do gramado, os dois falaram por cerca de 15 minutos. A fase ruim faz crescer rumores de que pode ser negociado, algo que o São Paulo nega.

Por outro lado, um possível substituto de Cueva ganhou atenção especial no treino. De volta aos treinos após se recuperar de trauma no ombro esquerdo que o tirou do último jogo, Lucas Fernandes iniciou o treino no grupo que continha mais titulares. Foi o meia no ataque que tinha ainda Marcinho, Denilson e Pratto. E, na sequência, fez um trabalho específico de finalizações sob o comando de André Jardine, técnico do sub-20 que o conhece muito bem e auxiliará Pintado enquanto o São Paulo não contrata técnico.

- A atividade foi para reforçar as características dele como 10 mesmo, onde ele é muito bom. O domínio, a virada, o chute - explicou Jardine, após o treino.

Pintado ainda terá mais quatro treinos para definir o time. Na atividade desta quarta, ele não contou com o zagueiro equatoriano Arboleda. O jogador foi ao consulado equatoriano resolver problemas de documentação. Ainda não está regularizado, e pode estrear domingo desde que tudo esteja resolvido até lá. Outro gringo contratado recentemente, o argentino Gomez já está liberado.

FORMAÇÃO

No treino, Pintado dividiu o grupo em três. Enquanto dois se enfrentavam em campo reduzido com nove jogadores de cada lado, o outro trabalhava à parte com Jardine. O time que mais tinha jogadores titulares nos últimos jogos foi o de colete amarelo, armado com: Renan Ribeiro, Bruno, Lugano, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Lucas Fernandes, Marcinho e Denilson; Pratto. Faltariam aí dois volantes, podendo ser Jucilei e Petros, titulares no último jogo. No entanto, é preciso destacar que os times se revezeram e ainda há mais três treinos até a formação ser definida.

O São Paulo volta a treinar nesta quarta-feira à tarde, período das atividades de quinta, sexta e sábado também. O jogo contra o Santos será domingo na Vila às 19h. A equipe luta para sair da zona do rebaixamento após seis jogos sem vencer no Brasileiro, e agora terá Dorival Júnior no comando, como substituto de Rogério Ceni, demitido na última segunda.