Diniz - Entrevista

Diniz negou haver clima pesado entre os jogadores (Foto: Divulgação/São Paulo)

LANCE!
24/01/2021
15:10
São Paulo (SP)

O técnico do São Paulo, Fernando Diniz, afirmou que não vê crise no elenco pelos maus resultados que o Tricolor vem tendo em 2021. Com seis jogos sem vencer, a equipe vem pressionada pela perda da liderança e teve o ônibus atacado antes do empate contra o Coritiba, por 1 a 1, pela 32ª rodada do Brasileirão. 

Jucilei na lista! Confira medalhões que disputarão campeonatos estaduais em 2021

Logo depois do apito final, a transmissão do 'Premiere' flagrou o goleiro Tiago Volpi e o lateral-esquerdo Reinaldo discutindo ao irem para o vestiário. Nenhum jogador quis falar com a imprensa na saída do campo. No entanto, Diniz não vê como crise no elenco e quer reverter o quadro. 

SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS DO SÃO PAULO NO BRASILEIRÃO

- Não tem clima pesado e crise entre os jogadores. O Volpi e o Reinaldo se dão super bem, foi cobrança de jogo e ninguém aceitou o empate, perder dois pontos, ainda mais como se desenhou o segundo tempo. Acho que a discussão foi até saudável, ela chegou no vestiário, mas está tudo bem. A indignação tem que acontecer mesmo - afirmou, em entrevista coletiva.

Para o comandante, somente com muito trabalho a situação pode ser revertida. O Tricolor luta para conquistar o Brasileirão, que não vence desde a temporada de 2008. 

- Já comentei com os jogadores, acho que a queda foi depois do jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre. A gente venceu o Fluminense depois, mas jogando abaixo, depois veio a desclassificação, contra o Bragantino oscilamos. Tudo é trabalho, não tem o que fazer. É trabalhar, acreditar nas nossas forças, na coesão. A única coisa que não podemos acreditar é que está tudo errado e precisa parar de trabalhar - finalizou.

O São Paulo agora se prepara para enfrentar o Atlético-GO, às 16h, no próximo domingo (31), em Goiânia, pela 33ª rodada do Brasileirão.