Daniel Alves visita o CT do São Paulo (Foto: Divulgação/SPFC)

Daniel Alves é são-paulino e já falou várias vezes em jogar no clube (Foto: Divulgação/SPFC)

Fellipe Lucena
31/07/2019
08:00
São Paulo (SP)

Não é segredo que o São Paulo está atento ao mercado em busca de um lateral-direito, peça que Cuca acha ser necessária para fechar o elenco. Neste cenário, o clube tem sido procurado por diversos empresários oferecendo jogadores e faz sondagens a nomes que julga interessantes. O LANCE! explica abaixo como a diretoria encara alguns deles.

Apesar do desejo do treinador, o clube age sem desespero no mercado. Só vai contratar um jogador se tiver convicção de que ele chegará para tomar conta da posição, que hoje conta com Igor Vinícius e com a possibilidade de improvisar Hudson, Walce ou até Tchê Tchê, que executou a função em outros momentos da carreira.


DANIEL ALVES

O craque de 36 anos está livre no mercado após deixar o PSG (FRA) - como não tem mais contrato, poderia ser contratado após o fechamento da janela internacional, nesta quarta. São-paulino de infância, ele tem boa relação com a diretoria e já ouviu que as portas estarão abertas caso não encontre um novo clube na Europa e queira retornar ao Brasil. 

O São Paulo, porém, considera pequena a chance de contratá-lo, pois sabe que a ideia do jogador é permanecer na Europa e disputar a Champions League, de preferência com um contrato longo, de dois ou três anos. Enquanto Daniel curte as férias, seu empresário está no Velho Continente ouvindo interessados. Não fechou com ninguém por enquanto, mas tem até o fim do mês para fazê-lo.

Martin Cáceres - Juventus
Cáceres estava na Juventus - FOTO: AFP/Giuseppe Cacace

O uruguaio de 32 anos, que passou o último semestre emprestado pela Lazio (ITA) à Juventus (ITA), é outro que ficou livre neste meio de ano e deseja permanecer na Europa. O São Paulo soube disso após fazer uma consulta aos empresários dele. O nome era unanimidade no Morumbi.

RODINEI

Rodinei
Rodinei é reserva no Fla - FOTO: Delmiro Junior/Photo Premium

O nome agrada a Cuca, mas não é unânime na diretoria. Por isso, o clube não deve fazer nenhum movimento para contratá-lo. Hoje, é reserva do Flamengo.

PARÁ

Peñarol x Flamengo Pará
Pará está indo para o Santos - FOTO: Reprodução

Outro flamenguista que perdeu espaço após a chegada de Rafinha, está próximo de fechar com o Santos a pedido de Jorge Sampaoli. Tinha defensores no São Paulo, mas também não era unanimidade.

JOÃO PEDRO

João Pedro
João Pedro voltou ao Bahia - FOTO: Felipe Oliveira / EC Bahia

O ex-palmeirense agradava ao Tricolor, que tentou sua contratação há algum tempo. Vagner Mancini, que trabalhou com ele na Chapecoense, chegou a telefonar para saber de sua intenção de retornar ao Brasil. Recebeu sinal verde, mas na época o Porto (POR) estava decidido a emprestá-lo a uma equipe europeia e o negócio não andou. Com o fechamento da janela próximo, os portugueses cederam e o emprestaram nesta terça ao Bahia até dezembro de 2020. O São Paulo já não estava mais na disputa.

JUANFRAN

Neymar e Juanfran - Barcelona x Atlético de Madrid
Juan Fran não empolgou - FOTO: PAU BARRENA / AFP

Aos 34 anos, deixou o Atlético de Madrid (ESP) ao fim da última temporada europeia e tem sido oferecido a outras equipes. O São Paulo foi um deles, mas não se empolgou com o nome, até pelos valores que estariam envolvidos.

ADRIANO

Adriano - Athletico-PR
Adriano foi para o Furacão - FOTO: Divulgação/Athletico-PR

Foi o primeiro pedido de Cuca para a posição - embora seja lateral-esquerdo de origem, viria para atuar preferencialmente pela direita, algo que já fez em outros momentos da carreira. Após uma longa negociação, não chegou a acordo salarial e viu o São Paulo se retirar da disputa. Acabou fechando com o Athletico-PR.