Logo Lance! Betting

São Paulo passa em branco em janela e terá ‘correria’ para cumprir previsão orçamentária com venda de jogadores

Planejamento de Ceni pode ser afetado com decisão de vender atletas no segundo semestre

Pablo Maia - São Paulo x Portuguesa -
Pablo Maia no clássico contra a Portuguesa, semana passada (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

Escrito por

O Conselho Deliberativo do São Paulo aprovou, em dezembro do ano passado, a previsão orçamentária do clube para 2023. E no principal item de receitas, a negociação de atletas, ficou estabelecido o valor de R$ 135 milhões como meta a ser cumprida. O problema é que, com o fechamento da primeira janela europeia 'em branco' para o Tricolor, a 'correria' para atingir o número ficou para o meio de 2023, entre junho e agosto. E isso deve atingir o planejamento do técnico Rogério Ceni.

O motivo é simples: as saídas, se ocorrerem, devem se acumular no momento em que o São Paulo estiver em uma fase crucial da temporada, como mata-matas da Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, além do Campeonato Brasileiro.


+ Período acabando! Listamos 7 jogadores que saíram do Brasil para a Europa nesta janela

Um problema para Ceni resolver, caso a saída de jogadores, potencialmente titulares, se confirmar.

Existiam situações que já se desenhavam complicadas para o clube do Morumbi. Era o caso de Nahuel Ferraresi. O zagueiro venezuelano está emprestado pelo Grupo City até o fim de junho. E por mais que haja cláusulas e vontade da diretoria que facilitassem a negociação para uma prorrogação do empréstimo pelo menos até o final do ano, o conglomerado árabe tinha planos de usar o jogador no Bahia, clube cuja SAF foi adquirida recentemente.

Ferraresi se contundiu gravemente, passará por cirurgia e só deve voltar a jogar na reta final do ano. Sua situação é indefinida.

Do atual elenco são-paulino, quem sofreu sondagens na virada do ano foi Pablo Maia. O volante despertou o interesse do Fulham. Conforme o LANCE! revelou, chegou-se a discutir o valor de 12 milhões de euros (cerca de R$ 66,1 milhões) pela transferência. Mas os ingleses desistiram por preferirem uma peça mais experiente para o setor.

Maia é uma saída dada como certa pelos lados do Morumbi na próxima janela, considerada mais incisiva pelo meio do futebol. É quando oportunidades de mercado para repatriar jogadores se torna mais acessível, e quando os gigantes europeus estão mais disposto a contratar promessas.

Além do volante, outras duas revelações de Cotia estão no radar de propostas, pelo menos da própria diretoria: Welington e Rodrigo Nestor.

Dentro do Morumbi, conforme apurado pelo L!, a única meta definitivamente traçada é que não se repita o ocorrido com Luizão e Marquinhos. O primeiro saiu de graça e o Tricolor teve de correr para buscar um acerto com o West Ham para manter ao menos parte dos direitos federativos. O segundo foi vendido a 'toque de caixa' ao Arsenal sob o risco de sair de graça ao final do contrato.

Como Ceni projetou em diversas entrevista ao longo do ano passado: inevitáveis, que as saídas aconteçam por pelo menos 'dois dígitos'.

> Confira jogos, classificação e simule os resultados do Paulistão-23

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter