Petros, do Betis, ex-Corinthians

Depois de Robert Arboleda e Jonathan Gómez, Petros é o novo reforço do São Paulo (Foto: Divulgação)

Olga Bagatini e William Correia
21/06/2017
16:01
São Paulo (SP)

O volante Petros é o novo reforço do São Paulo. O Betis (ESP) aceitou a proposta do Tricolor, e o jogador de 28 anos é esperado para fazer exames médicos e assinar contrato de quatro temporadas com o time do Morumbi na próxima segunda-feira. 

Desde a semana passada, o jogador já tinha acertado as bases de seu contrato com o São Paulo. O que travava a conclusão da negociação era a resposta do Betis, que ainda tentava um valor superior aos 2,5 milhões de euros (R$ 9,25 milhões) oferecidos pelo São Paulo por 50% dos direitos econômicos de Petros. 

O volante tinha mais três anos de contrato com o Betis, mas, embora tenha feito 33 jogos na última temporada, perdeu a condição de titular neste semestre. Além disso, seu desejo de voltar ao Brasil (quer casar com sua namorada, que mora aqui) é tão grande que ele já cortou as negociações com outro clube espanhol e um italiano que manifestaram interesse para priorizar o Tricolor.

Exatamente por sua vontade de jogar no futebol brasileiro, ele prefere o São Paulo, que passou a caminhar sozinho na negociação depois de o Palmeiras preferir Bruno Henrique. Parte dos direitos econômicos de Petros ainda pertencem ao Corinthians, mas o rival não colocou obstáculos na transferência. 

Petros é o terceiro reforço vindo do exterior a chegar ao São Paulo nesta janela. O zagueiro Robert Arboleda e o meia Jonathan Gómez acertaram recentemente. De acordo com o diretor executivo do São Paulo, Vinícius Pinotti, o clube ainda buscará mais duas peças para compor o elenco - uma delas pode ser o zagueiro Aderlan Santos, do Valencia, por empréstimo.