Fábio Lázaro
29/08/2021
18:04
São Paulo (SP)

Em jogo morno, Juventude e São Paulo empataram por 1 a 1, neste domingo (29), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 18ª rodada do Brasileirão. Ambos os gols foram marcados nos minutos finais. O Tricolor abriu o placar aos 40 minutos do segundo tempo, com Reinaldo convertendo pênalti sofrido por Igor Gomes e marcado de forma duvidosa. Aos 48 minutos da etapa final, Ricardo Bueno empatou para o time da casa.

>> Baixe o novo app de resultados do L!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

JUVENTUDE COMEÇA MELHOR

O Juventude começou a partida indo para cima do São Paulo e criando duas boas oportunidades, uma com Michel Macedo, que recebeu passe pelo lado direito e obrigou Tiago Volpi fazer boa defesa, em chute cruzado, e na sequência Matheus Jesus finalizando com perigo sobre o gol são paulino.

Contudo, passado os dez minutos iniciais, o Papo não conseguiu manter a consistência ofensiva, mas se portou muito bem defensivamente.

Juventude x São Paulo
Partida terminou empatada (FOTO: Fernando Alves/ECJuventude)

FALHA DE CARNÉ QUASE AJUDA O SÃO PAULO 

A única finalização ao gol do São Paulo na primeira etapa foi com Rigoni, que recebem em profundidade pelo lado esquerdo de ataque, finalizou no centro do gol, mas quase contou com a contribuição do goleiro do Juventude, Marcelo Carné, que não segurou.

TRICOLOR COM DIFICULDADES OFENSIVAS

Postado com cinco atletas na primeira linha defensiva, o Juventude não dava espaços para o ataque são paulino, que teve Luciano e Rigoni pouco inspirados na etapa inicial.

Por outro lado, a equipe gaúcha quase abriu o placar já na faixa final do primeiro tempo, após cobrança de falta de Guilherme Castilho que pegou na rede pelo lado de fora.

SÃO PAULO VOLLTA MELHOR PARA O SEGUNDO TEMPO

Em dez minutos no segundo tempo, o São Paulo criou mais do que toda a etapa inicial, com três boas chegadas, a principal com Igor Vinícius, que recebeu um bom cruzamento de Rigoni, bateu de primeira e obrigou o goleiro Marcelo Carné fazer grande defesa. 

SÃO PAULO PEDE PÊNALTI

Já a caminho da reta final do jogo, o São Paulo reclamou de uma penalidade que teria de ser marcada ao seu favor, após o meia Guilherme Castillo interceptar com o braço uma finalização de Rodrigo Nestor. No entanto, após consulta ao VAR, a arbitragem viu impedimento no início do lance faltoso, com o atacante Eder milimetricamente a frente do penúltimo defensor do Juventude.

SÃO PAULO ABRE O PLACAR DE PÊNALTI

Aos 40 minutos do segundo tempo, o São Paulo conseguiu o pênalti que tanto queria, mas que foi anotado pela arbitragem de forma duvidosa, após uma dividida entre Igor Gomes, que havia saído do banco de reservas, com o goleiro Marcelo Carné e o lateral-esquerdo William Matheus, do Juventude. 

Reinaldo bateu e converteu o pênalti, voltando a marcar gols após seis meses. 

JUVENTUDE EMPATA

Mas aos 48 minutos do segundo tempo, o Papo empatou com o atacante Ricardo Bueno, que aproveitou uma cobrança de falta de Guilherme Castillo pelo lado esquerdo, a bola passou pela defesa são paulino e sobrou para o atacante do time gaúcho empurrar para o fundo do gol. 

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 1 x 1 SÃO PAULO - 18ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO


Data e horário: 29 de agosto de 2021, às 16h
Local: Alfredo Jaconi, Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rodrigo de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglesias Araújo da Silva (PI)
Árbitro de vídeo: Caio Max Augsto Vieira (RN)
Cartões amarelos: Ricardo Bueno e William Matheus (Juventude) e Luan, Luciano, Igor Vinicius e Léo (São Paulo)
Cartão vermelho: -

GOLS: 0-1 Reinaldo (40'/2T); 1-1 Ricardo Bueno (48'/2T)

JUVENTUDE

Marcelo Carné; Michel Macedo, Vitor Mendes (Didi, 50'/2T), Quintero (Capixaba, 16'/2T), Rafael Forster e William Matheus; Matheus Jesus (Roberson, 44'/2T), Guilherme Castillo e Wagner (Chico, 16'/2T); Sorriso (Bruninho, 44'/2T) e Ricardo Bueno.Técnico: Marquinhos Santos. 

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Igor Vinicius, Luan, Rodrigo Nestor (Gabriel Sara, 32'/2T), Benitez (Igor Gomes, 32'/2T) e Reinaldo; Rigoni (Juan, 11'/2T) e Luciano (Eder 11'/2T). Técnico: Hernán Crespo.