Gabriela Brino
29/04/2018
06:00
Santos (SP)

Depois de perder o terreno em São Vicente para a construção de um novo CT para a base, o presidente do Santos José Carlos Peres encaminhou uma parceria com o Shandong Luneng Taishan, da China. A ideia do santista é ter em conjunto com os chineses um centro de formação de atletas, projetos de escolinhas, e estudar a possibilidade de um CT fixo na Baixada Santista.

A intenção do acordo inclui a visita dos atletas do Peixe à China e vice-versa, apoio do Alvinegro na base chinesa, e até a transferência de alguns jogadores. A reportagem do LANCE! teve acesso a documentação da parceria, confira abaixo as cláusulas contratuais:

1 - Visita de intercâmbio entre os dois lados;
2 - Os profissionais de captação do Santos realizam visitas à base do Shandong e observação dos atletas;
3 - Santos transfere atletas profissionais ao Shandong;
4 - Santos oferece plataforma de intercâmbio e competições ao Shandong;
5 - Santos oferece formação de atletas e treinadores;
6 - Santos oferece planejamento de desenvolvimento do futebol na base ao Shandong;
7 - Estudam conjuntamente a possibilidade de Shandong estabelecer projetos e escolinhas de futebol com a marca do Santos;
8 - Estudam conjuntamente a possibilidade de dois lados estabelecer um centro de formação de atletas;
9 - Organização conjunta de torneios internacionais no Brasil e na China;
10 - Demais ações possíveis no futuro.

O item de número quatro se trata da possibilidade do Peixe vender alguns atletas do profissional ou sub-23 para o clube Chinês. Porém, de acordo com o mandatário, ainda é cedo para falar das questões, pois elas ainda serão discutidas e reguladas em uma reunião com o representante Tan Zhaohui.

Peres viajará em breve para a China. O documento já está pronto e assinado pelo cartola santista, resta a assinatura dos chineses. Ainda não se sabe ao certo se haverá um CT fixo na região da Baixada Santista ou se usarão de um espaço na China. Vale lembrar que as cláusulas acima podem ser reajustadas.