Vagner Love foi o destaque do Besiktas, marcando o gol de honra

Vagner Love pertence ao Besiktas, da Turquia: contrato vai até junho de 2020 (Foto: OZAN KOSE / AFP)

Ana Canhedo e Gabriela Brino
16/08/2018
00:03
São Paulo e Santos (SP)


O Santos correu contra o tempo e fez o que pôde para tentar fechar a contratação do atacante Vagner Love, mas não conseguiu. O Besiktas, da Turquia, dono dos direitos econômicos do atleta, demorou na liberação, dirigentes responsáveis não foram encontrados para assinarem os documentos, e a janela de transferências fechou na noite desta quarta-feira. Aos 34 anos, Love tem contrato com o Alvinegro até junho de 2020 e ficará na Europa.

Na temporada passada, Love disputou 29 jogos e marcou 15 gols. Nesta quarta-feira, o agente do jogador e o Alvinegro entraram em acordo e ajustaram os detalhes finais para concretizar a transferência, que envolvia também um intermediário. A demora dos turcos frustrou todas as partes envolvidas na negociação, já que a chegada de Love era dada como certa.

A contratação de um centroavante é uma das prioridades, principalmente depois da chegada do técnico Cuca. No elenco, o treinador tem à disposição Yuri Alberto, de 17 anos, como homem de área. Gabriel é o titular da função, mas joga improvisado no setor. 

Antes de Love, Nicolas Blandi, do San Lorenzo, da Argentina, e Junior Brandão, artilheiro da Série B do Campeonato Brasileiro pelo Atlético-GO, estiveram em pauta. Marco Ruben, do Rosario Central, também da Argentina, chegou a entrar em acordo com o Peixe, mas teve a contratação recusada pelo técnico Cuca.

Com a janela de transferências fechada, a tendência é que o Santos volte a olhar para Brandão. Afinal, o clube agora só pode contratar jogadores da Série B do Brasileirão ou que não tenham completado sete jogos na Série A.