Pacaembu

Pacaembu vai receber a partida entre Santos e River Plate-URU em 26 de fevereiro (Foto: Arthur Faria/Lancepress!)

Ana Canhedo
13/02/2019
07:00
São Paulo (SP)

O Santos vai conseguir ao menos amenizar o prejuízo com o jogo a portas fechadas contra o River Plate, do Uruguai, no dia 26 de fevereiro, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Com a Vila Belmiro em obras, o Peixe terá de alugar o estádio na capital, mesmo ciente de todo o gasto envolvido.

O LANCE! teve acesso à previsão orçamentária total para atuar em São Paulo a portas fechadas: R$ 90 mil. 

Inicialmente, o valor parece alto, mas fica bem mais "leve" em comparação ao gasto normal de um dia de jogo com público no estádio. Contra o Mirassol, na rodada passada do Paulistão, o Santos gastou R$ 320.578,48 para operar o jogo (incluindo segurança privada, banheiros, equipe de apoio, monitoramento, taxa de uso da lanchonete, entre outros gastos), sem contar hospedagem e transporte.

Contra o River Plate, o corte operacional será drástico em razão da ausência de público. Em jogos à noite, normalmente o custo simples do aluguel é de R$ 100 mil. Sem público, também à noite, o valor cai para R$ 36 mil. Além da redução dos valores operacionais, haverá também a diminuição das taxas cobradas usualmente pela Prefeitura. 

Assim, já incluindo o aluguel, o Santos calcula ter um custo total de R$ 90 mil para realizar a partida na capital paulista. Além do jogo em si, será preciso deslocar todo o elenco e comissão técnica um dia antes da partida para São Paulo e arcar com a hospedagem no hotel da capital paulista e com o transporte para o jogo. 

O Peixe empatou em 0 a 0 com o time uruguaio no jogo de ida, disputado na última terça-feira, em Montevidéu, capital uruguaia. Agora, precisará balançar as redes para avançar a segunda fase do torneio continental. Antes da partida de volta, o Santos tem Guarani, em casa, e Palmeiras, fora, pelo Paulistão. 

Relembre punição!
​O Santos foi punido no ano passado pela unidade disciplinar da Conmebol a jogar por duas vezes como mandante com portões fechados em qualquer competição organizada pela entidade. Pena imposta após confusão entra a torcida e a Polícia Militar na eliminação nas oitavas de final da Libertadores do ano passado, no Pacaembu, diante do Independiente. O clube também pagou uma multa de US$ 100 mil (cerca de R$ 420 mil em setembro de 2018). 

Na época, a entidade sul-americana já havia punido o Alvinegro com uma derrota por 3 a 0 no jogo de ida contra o time argentino pela escalação irregular de Carlos Sánchez. O camisa 7 precisaria ter cumprido suspensão datada da época de jogador do River Plate-ARG. Na volta, houve um empate sem gols, deixando os torcedores furiosos com o desfecho. 

Garanta um desconto em eletrônicos, roupa ou viagens com cupons Lance:

- cupons desconto Banggood
- cupons de desconto Amaro
- cupons de desconto Adobe