Fábio Lázaro
06/12/2020
07:00
Santos (SP)

Cuca deseja contar com o atacante Kaio Jorge para a difícil sequência que o Santos tem pela frente nos próximos jogos, mas pra isso pede sensibilidade à CBF, após o atacante ter sido convocado por um quadrangular com Bolívia, Chile e Peru, entre os dias 12 e 18 de dezembro, na Ganja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro. 

O Peixe pede a liberação do atleta, mas, caso não consiga, ele teria que se apresentar já nesta segunda-feira (07) e desfalcaria o Alvinegro em três partidas, entre elas as duas das quartas de final da Copa Libertadores da América, contra o Grêmio, nos dias 09 e 16 de dezembro.

- O Kaio Jorge não pode ir pra Seleção. Eu sempre beneficio e valorizo a convocação do jogador. A última vez o Kaio Jorge foi convocado, eu falei vai e fiquei sem ele. Agora nós temos jogo de Libertadores, jogo contra o Flamengo e a volta da Libertadores, a Seleção vai fazer dois jogos amistosos na Granja, acho que tem que ter a sensibilidade do pessoal que convoca de saber que hoje a necessidade que o Santos tem do jogador é maior do que ele ir e fazer dois jogos amistoso, com todo respeito que tenho à Seleção e ao pessoal que dirige a Seleção - disse Cuca em entrevista coletiva concedida após o empate em 2 a 2 contra o Palmeiras, neste sábado (05), pela 24ª rodada do Brasileirão, na Vila Belmiro.

Kaio Jorge se consolidou na titularidade santista desde a chegada de Cuca, em agosto. Cria da base do Peixe, o atacante de 18 anos tem 35 jogos em 2020 com quatro gols marcados. No fim de outubro, o jogador havia sido convocado para dois jogos-treino pela base da Seleção Brasileira, onde marcou três gols na soma das partidas, mas, para isso, acabou perdendo o confronto de ida do Santos nas oitavas de final da Copa do Brasil, onde o Alvinegro empatou em 0 a 0 contra o Ceará, na Vila Belmiro - e na semana seguinte acabou sendo eliminado, após derrota por 1 a 0, em Fortaleza.

Kaio Jorge - Santos
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)