Fábio Lázaro
20/10/2020
15:13
Santos (SP)

O Conselho Deliberativo do Santos pode receber uma segunda proposta de negociação pelo atacante Soteldo em reunião que será realizada na noite desta quarta-feira (20). Além do negócio do 7 milhões de dólares apresentado pelo Al-Hillal, da Arábia Saudita, o Huiachipato, do Chile, que detém 50% dos direitos do venezuelano quer adquirir o restante dos direitos.

A informação foi inicialmente publicada pelo “A Tribuna” e confirmada pelo LANCE!.

Representantes do clube chileno entraram em contato com o Peixe na noite desta segunda-feira (19), mas ainda não formalizaram a proposta, que ao chegar será repassada ao Comitê Gestor e Conselho Fiscal, antes de ser levada aos demais conselheiros do clube.

A ideia é que os 50% de Soteldo que hoje pertencem ao Alvinegro retornem aos chilenos, que teriam a integralidade do jogador, que permaneceria no Santos até o fim da temporada. Por sua vez, a ação que o Huachipato tem contra o Peixe na Fifa, já que o clube de Vila Belmiro não pagou os 3,4 milhões de dólares da contratação do atacante, no início de 2019. seria derrubada, e os sanstistas ainda receberiam 1 milhão de dólares.A equipe do Chile também repassaria 10% em uma futura venda de Soteldo, que passaria a ficar sobre o encargo dos negriazules.

A ideia do Huachipato é aguardar a abertura da janela de transferências europeia para negociar o venezuelano por um valor maior do que o proposto pelos árabes e encaminhar o camisa 10 santista para um mercado de melhor visibilidade.

Nas suas redes sociais, a "Seca Sports", empresa que gerencia a carrreira de Soteldo afirma que o atacante permanecerá no Santos. Ainda assim, a definição final está diretamente ligada ao Conselho Deliberativo. 

Soteldo Santos
(Foto: Ivan Storti/Santos FC)