Jorge Sampaoli

Técnico havia pedido um volante e pedido ainda não foi atendido (Foto: João Carlos Gomes/MyPhoto Press)

Gabriela Brino
17/09/2019
06:00
Santos (SP)

Após criticar a diretoria ao dizer que é "uma perda de tempo" indicar jogadores que gostaria de ter no Santos, o técnico Jorge Sampaoli "desistiu" do volante que havia pedido ao presidente José Carlos Peres. O argentino aguardou pacientemente, mas se conformou de que o reforço não virá.

Com a saída de Jean Lucas em junho, ao Lyon (FRA), Sampaoli cobrou o dirigente por uma reposição que estava em seus planos, mas não foi atendido. Jobson está à disposição, mas não atingiu às expectativas do estrangeiro e por conta disso sequer estreou até o momento. Vale lembrar que o volante chegou em abril.

TABELA
> Veja a classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Apesar disso, a diretoria se esforça para satisfazer o comandante santista e ainda busca um volante e um ponta, porém passa por momento financeiro delicado. Além das 14 contratações para a temporada (Everson, Felipe Aguilar, Luan Peres, Pará, Jorge, Felipe Jonatan, Jobson, Jean Lucas (no Lyon), Cueva, Evandro, Soteldo, Marinho, Uribe e Lucas Venuto), o Santos voltou a ser acionado na Justiça por contas de antigas gestões não pagas, além do dinheiro da venda de Rodrygo ao Real Madrid já ter acabado. 

Para sair da situação, o Peixe tenta se desfazer de alguns atletas, como Yuri Alberto, Matheus Ribeiro, Cueva, Jobson e até cogitam Vanderlei, mas ainda não recebeu propostas oficiais ou convincentes.