Opinião: Santos precisa ativar o ‘protocolo Série B’ se quiser subir

Peixe já acumula três derrotas seguidas na competição

WhatsApp-Image-2024-06-06-at-13.54.05-aspect-ratio-512-320
Fotos Raul Baretta/ Santos FC

Escrito por

Rebaixado para a Série B no final de 2023, o Santos parece não ter 'virado a chave ' até o momento. Com contratações de peso, mas sem o perfil da competição, o Peixe teve boas atuações no Paulistão, conseguindo o vice-campeonato.

Na Série B, a campanha até começou bem, com o Santos nadando de braçada. Após a derrota para o Amazonas, porém, ficou claro que o Peixe não entendeu o campeonato. Com jogadores renomados e talentosos, mas sem o perfil necessário pra subir com tranquilidade.

➡️ Tudo sobre o Peixe agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Santos

História gigantesca, mas que precisa de descanso

O Santos é gigantesco. Isso não é uma negociação. Ele é gigante. No currículo, além de oitos brasileiros, três Libertadores, dois Mundiais, uma Copa do Brasil e vários títulos Estaduais, ainda há a cereja do bolo: ter dado espaço e luz para Pelé, o deus do futebol, ter uma carreira brilhante.

Mesmo com todo esse tamanho, o time já caminhava para o rebaixamento, times fracos, luta nos bastidores… Tudo conspirava. E aconteceu. Após um Brasileirão patético, o Peixe caiu. E agora precisa colocar o tamanho de lado para recomeçar.

Santos - Vila Belmiro
(Foto: Reinaldo Campos/AGIF)

Receita para o acesso

Nas primeiras oito rodadas da competição, o Peixe acumula três derrotas, o mesmo número de times grandes que não conseguiram o acesso imediato. Pra subir, o time precisa abraçar a competição, entender que a camisa pouco importa e lutar pelo acesso.

Pra alcançar o objetivo, é necessário, muitas vezes, abraçar o campeonato e lutar até a última bola. Em vários momentos, a Série B é mais díficil que a Libertadores. Quando falamos em protocolo, não é largar a qualidade, mas saber que é preciso segurar o placar, suar e segurar o jogo, algo que fora do DNA da Vila Belmiro.

Novorizontino x Santos
(Foto: Divulgação/Santos)

Campanha do Santos é similar a do Vasco, em 2021

Assim como o Santos, o Vasco tinha um time de nível para disputar a Série B em 2021. No comando de ataque, por exemplo, o grande nome era o de German Cano. Naquele ano, a equipe começou a competição com quatro derrotas, para Operário, Avaí, Cruzeiro e Goiás. No fim, não só não subiu, como amargou o 10º lugar no torneio.

Quem também começou mal e não subiu foi o Cruzeiro, que sofreu três derrotas nas primeiras oito partidas, contra Chapecoense, América e Brasil de Pelotas. Em 2021, a Raposa repetiu a dose, e em nenhum dos dois anos conseguiu o acesso.

Goleiro Gabriel Brazão - Santos
Fotos Raul Baretta/ Santos FC

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter