Santos x Guarani Jean Mota

Jean Mota marcou dois gols nesta terça-feira, no Pacaembu, pelo Paulistão (Foto: Anderson Gores/Agência F8)

Ana Canhedo
18/02/2019
22:04
São Paulo (SP)

O Santos chegou a sua sexta vitória no Campeonato Paulista em sete jogos disputados, se aproximando dos 90% de aproveitamento. O triunfo no Pacaembu, por 3 a 0, com dois de Jean Mota e um de Rodrygo, deixou ainda mais escancarada a evolução da equipe no estadual sob o comando do argentino Jorge Sampaoli, principalmente para absorver seus conceitos e estilo de jogo dentro das quatro linhas. 

O primeiro gol marcado por Jean Mota saiu depois de uma jogada bem trabalhada no campo de ataque, com inteligência coletiva dos homens de frente, incluindo o lateral-direito Victor Ferraz, um dos que mais apoia o ataque da equipe durante as partidas. 

Foi em uma tabela entre Ferraz e Christian Cueva, com ótima movimentação do lateral pela ala, que a jogada saiu: o camisa 4 foi à linha de fundo, cruzou para Sánchez, que chutou e viu a bola desviar em Jean Mota e morrer no fundo das redes. 

Com ótimo começo de ano, Jean Mota é a cara da evolução da equipe com a chegada de Sampaoli. O argentino entendeu a necessidade do camisa 41 jogar mais próximo à grande área, com liberdade de movimentação e também a possibilidade de finalizar mais a gol. O efeito foi imediado e vem se solidificando desde os primeiros jogos do ano. 

No segundo tempo, o camisa 41 cobrou uma bela falta. Artilheiro, mandou no cantinho do goleiro Giovanni. São sete gols em sete jogos e a artilharia isolada do Santos e do Paulistão. Rodrygo, que fez seu primeiro jogo pelo Peixe em 2019, aproveitou boa jogada entre Derlis e Jean para também marcar, em boa cabeçada.

Com sete partidas disputadas no estadual até aqui e apenas um derrota (o fatídico 5 a 1 para o Ituano), o Santos conseguiu se fortalecer antes do clássico contra o Palmeiras, marcado para o próximo sábado, no Allianz Parque. Contra o São Paulo, no Pacaembu, o Alvinegro se impôs e venceu com propriedade.