Jorge Sampaoli

Jorge Sampaoli em entrevista coletiva nesta sexta-feira (Foto: Arthur Faria/Lancepress!)

Arthur Faria
18/01/2019
12:16
Santos (SP)

O técnico Jorge Sampaoli foi sincero ao dizer que não sabia da atual ruim situação financeira do Santos antes de ser contratado pelo clube. Até o momento, o Peixe somente contratou o meia-atacante Yeferson Soteldo, da Venezuela, e o zagueiro Felipe Aguilar, da Colômbia. Mesmo assim, o treinador espera pela montagem de um time forte, capaz de brigar por títulos em 2019.

- Não estava sabendo da situação financeira do clube. Sabia que o clube me dava a chance de ser grande, de brigar com um monte de situações, que íamos contar com equipe potenciada, com ausência de Gabigol e Rodrygo, sempre se falou da possível venda de Bruno Henrique... Equipe que terminou na décima posição, sabendo da saída desses, e de um estilo distinto de treinador, há a necessidade de potencializar com novos jogadores - disse, durante entrevista no CT Rei Pelé, nesta sexta-feira, e seguiu: 

- Houve a promessa de contemplar essa realidade. E espero que isso aconteça. Se o clube tivesse me dito que não estava bem, impossível. A realidade seria outra. Vim para fazer uma equipe forte. E espero que isso aconteça.

Sampaoli terá problemas na estreia do Campeonato Paulista. O lateral-direito Victor Ferraz virou dúvida após um quadro febril e seu substituto imediato, Daniel Guedes, não foi inscrito por não estar fisicamente 100% bem. Sandro, do sub-17, pode começar a partida como titular. 

Nenhum dos reforços contratados tem condições de jogo neste sábado, contra a Ferroviária, na Vila Belmiro. Aguilar ainda não foi anunciado pelo clube e Soteldo não está fisicamente preparado, além de faltarem documentos. Um provável Peixe tem: Vanderlei; Victor Ferraz (Sandro), Gustavo Henrique, Luiz Felipe e Orinho; Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota; Bruno Henrique e Felippe Cardoso.