Jesualdo - Novorizontino x Santos

A diretoria do Santos não está satisfeita com o resultado esportivo de Jesualdo (Foto: Reprodução/Twitter)

Fábio Lázaro
02/08/2020
13:20
Santos (SP)

Para o técnico do Santos, Jesualdo Ferreira, o mau momento do clube, eliminado nas quartas de final do Campeonato Paulista após ser derrotado por 3 a 1 para a Ponte Preta, na última quinta-feira (30), na Vila Belmiro, passa pelo extracampo turbulento.

Boa parte dos atletas está há cinco meses sem receber os direitos de imagem, e durante o tempo que o futebol esteve parado, por conta da pandemia do novo coronavírus, houve corte de 70% dos vencimentos do elenco, sem o consentimento dos atletas. Diante da crise financeira vivida pelo Peixe, o goleiro Éverson e o atacante Eduardo Sasha acionam o clube judicialmente, solicitando a rescisão unilateral dos seus contratos e deixando de participar das atividades com o grupo “do dia para a noite”.

Dentro das quatro linhas, o Alvinegro Praiano se encontra visivelmente abalado emocionalmente, o reflexo disso são problemas semelhantes cometidos nas últimas quatro partidas – sendo que apenas uma delas foi disputada antes da quarentena. Em todas as ocasiões o Santos teve um jogador expulso, sendo três ainda no primeiro tempo). Além disso, apenas no empate em 1 a1 contra o Santo André, na Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Paulistão, o time não sofreu a virada quando passou a ter um homem a menos em campo.

– Acontece que quando se analisam resultados, não se analisam com profundida outras questões que podem estar ligadas diretamente ao mau momento do clube. É público que o Santos vive um momento de grande instabilidade, com vários acontecimentos negativos que mexem com a vida do clube deixam os seus adeptos desanimados e desiludidos, e compreendo que assim seja, porque também nó estamos desiludidos, porque queremos o melhor para o Santos – escreveu Jesualdo em sua coluna para o jornal “O Jogo”, de Portugal.

– Não queria tanto falar de azar, mas sorte não temos tido nenhuma. Estamos cá para lutar para dar alegrias a este histórico clube mundial – completou o treinador.

O Peixe volta a campo no próximo domingo (09), quando enfrenta o Red Bull Bragantino pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro. O elenco ganhou folga neste fim de semana e inciará os treinamentos visando essa partida na tarde desta segunda-feira (03). A diretoria ainda estuda se Jesualdo seguirá comandando o time na sequência da temporada.