Gabigol

Gabigol posa com a criançada após bater uma bola com eles no Pacaembu (Foto: Ana Canhedo/Lancepress!)

Ana Canhedo
12/10/2018
18:25
São Paulo (SP)

Uma cena curiosa marcou o fim do treino do Santos no Pacaembu, em São Paulo, na tarde desta sexta-feira: os portões foram abertos para as crianças que acompanharam a atividade no estádio. Todas puderam pisar no gramado e bater uma bola com Gabriel, que não só posou para fotos e deu autógrafos como gastou energia correndo com a molecada. 

Durante a atividade, não foram poucos os gritos de "Libera, Cuca! Hoje é dia das crianças", em referência ao dia 12 de outubro. O treinador, incomodado com a situação, conversou com a segurança presente e conseguiu fazer com que os pequenos fossem, de fato, liberados. 

A ideia inicial com a chegada dos primeiros torcedores era apenas de atendê-los na grade das arquibancadas, mas a pressão foi tamanha das crianças que o clube acabou cedendo. Poucos torcedores puderam acompanhar a atividade, já que o clube não anunciou treino aberto. Apenas quem passava pelo Museu do Futebol é que teve a sorte de encontrar com o elenco. 

Em entrevista coletiva depois da atividade, o técnico Cuca mostrou-se bastante contente com a inciativa dos funcionários presentes em liberar os pequenos para entrarem no gramado. O treinador disse que sonhava com isso quando também era criança. 

- "Libera Cuca, né?" (Risos). Não sou eu! Mas o pessoal liberou, pessoal foi legal. Presente de dia das crianças deles. Pés descalços. Bom demais! Sempre que pudermos fazer bem para alguém, temos de fazer, principalmente se formos fazer para crianças. É muito fácil de fazer. O pessoal está de parabéns - ponderou o treinador.