Everson - Santos x Ceará

Éverson voltou ao time titular, após Vladimir ganhar oportunidade contra o Botafogo-SP (Ivan Storti/Santos)

Fábio Lázaro*
16/02/2020
20:51
Santos (SP)

O empate em 0 a 0 na partida entre Ferroviária e Santos, em Araraquara, neste domingo, pela sexta rodada do Campeonato Paulista, saiu melhor do que a encomenda para o Peixe. E o resultado só não foi pior porque o goleiro Éverson foi o destaque da partida. Foram pelo menos três grandes defesas que garantiram o resultado final.

Desorganizado, o Santos apresentou problemas em todos os setores de campo. Na defesa, os zagueiros Luiz Felipe e Luan Peres por vezes bateram cabeça e deram espaço para os atacantes da Locomotiva. O meio campo não teve criatividade, passando pelo desempenho abaixo da média do seu principal jogador, Carlos Sánchez, e mais uma má partida de Diego Pituca. O ataque foi inoperante, muito pelas bolas que não chegaram.

Embora tivesse posse de bola amplamente superior que a Ferroviária (58% contra 42% do time de Araraquara), o Santos viu o seu adversário criar todas as chances claras de gol da partida. O Peixe finalizou apenas três vezes, todas fora da meta.

A desorganização do Santos foi refletida principalmente em dois momentos do jogo: Luan Peres armando a equipe pelo lado esquerdo e Soteldo buscando a bola no campo de defesa.

Nas laterais, mais uma vez Pará e Felipe Jonatan deram muito espaço aos pontas adversários que foram à linha de fundo 24 vezes na partida. Já ofensivamente, o Peixe acertou apenas dois cruzamentos em todo o jogo.

O único momento de poderio santista foi nos minutos finais, após a expulsão de Max, da Ferroviária, aos 45 do segundo tempo, o que fez com que o Santos aproveitasse os quatro minutos de acréscimo para ir pra cima, mas em vão.

Kaio Jorge entra bem

O garoto Kaio Jorge entrou aos 28 minutos do segundo tempo no lugar de Eduardo Sasha, que deixou o gramado demonstrando insatisfação. Centroavante de origem, foi a primeira vez que o Menino da Vila foi testado em sua posição – Kaio fez sua estreia como titular esse ano, com Jesualdo Ferreira, mas jogando pelas pontas.

Rápido, o garoto se posicionou entre os zagueiros da Ferroviária, saiu da área e criou uma das poucas chances do Peixe no jogo, logo após a sua entrada. Ao lado de Éverson, foi o ponto positivo santista neste domingo.

* Sob supervisão de Vinícius Perazzini