Cuca

Cuca chegou ao seu sexto jogo no comando do Santos nesta passagem (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Fábio Lázaro
30/08/2020
20:00
Santos (SP)

Para o técnico Cuca, o desempenho do Santos na derrota por 1 a 0 para o Flamengo, neste domingo (30), pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, valeu mais do que o resultado adverso.

O Peixe teve maior posse de bola que o adversário e ocupou durante a maior parte do jogo o campo do time carioca, tendo, inclusive, dois gols anulados pela arbitragem de vídeo ainda no primeiro tempo, quando o jogos ainda estava empatado em 0 a 0. O placar mínimo foi garantido pelos flamenguistas aos 53 minutos do primeiro tempo, em um contra-ataque criado a partir de um passe errado do lateral-esquerdo santista Felipe Jonatan.

O técnico do Peixe se sentiu lesado pelo critério usado pela arbitragem para não confirmar os gols feitos pela sua equipe, ressaltando que preferia estar discutindo o bom jogo feito pelo Alvinegro Praiano, e não as decisões no apito.

– Hoje o André (Luiz de Freitas Castro), que é parceiro, lá de Goiânia, brincou no VAR, meu Deus do céu. Mas eu não quero falar disso aí, gol impedido, gol anulado, queria falar do jogo bom que a gente fez, sabe, de tudo que a gente trabalhou durante a semana executar no campo de jogo – disse em entrevista coletiva virtual concedida após a partida.

– Pra mim, o que ficou de bom é isso aí, as vezes um bom jogo assim vale mais que o resultado, e isso que gente tem que pensar hoje – acrescentou.

De acordo com o técnico santista, mesmo não tendo conquistado os três pontos, a partida é válida para destacar os pontos de evolução do Peixe.

– Pra mim vale muito, pra mim vale muito. O resultado pode ter escapado, como escapou, mas a boa partida ela não escapa. Então ela te dá um norte muito mais forte do que você ganhar um jogo que de repente você não mereça – pontuou Cuca.

O Santos volta a campo nesta quarta-feira (02), às 21h30, quando, novamente na Vila Belmiro, encara um adversário carioca, o Vasco da Gama.