LANCE!
06/06/2017
06:00
Santos (SP)

- É preciso chacoalhar a roseira - disse o presidente Modesto Roma Júnior, em entrevista à TV Globo, após demitir o técnico Dorival Júnior.

Apesar de não estar se dirigindo diretamente a Levir Culpi, o principal nome para assumir o Peixe, o dirigente quer, acima de tudo, um profissional capaz de cobrar e fazer mudanças no time.

Em seu currículo, além de títulos da Copa do Brasil e de estaduais em diferentes partes do país, Levir carrega o fardo de ter barrado medalhões, como Ronaldinho Gaúcho e Fred.

No Atlético-MG, equipe pela qual foi campeão da Copa do Brasil em 2014, Levir Culpi cobrou de Ronaldo comprometimento. Em sequência, o ídolo deixou a Cidade do Galo. Nas Laranjeiras, foi a vez de Fred, líder do time, ser afastado por ter cobrado Gustavo Scarpa no vestiário, atitude que o treinador julgou humilhante para os companheiros. Mais tarde, o camisa 9 foi reintegrado.

Na Vila Belmiro, os mais cobrados por torcedores são Vitor Bueno, Ricardo Oliveira e Renato.  No primeiro treino comandado por Elano, o interino, Copete e Vladimir Hernández deixaram a equipe para as entradas de Matheus Ribeiro e Vecchio. Ricardo Oliveira não treinou por dores no tornozelo direito.

O novo treinador do Santos será responsável por comandar o time na Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores até o fim da temporada, já que em dezembro haverá eleições presidenciais.

Na última segunda-feira, Modesto Roma se reuniu com Levir por mais de quatro horas e a negociação evoluiu entre as duas partes. Nesta terça, um novo encontro acontece em busca de um desfecho positivo.