Fabio Carille comanda treino no Santos

Fábio Carille quer corrigir defeitos do Santos nos próximos jogos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
13/02/2022
19:26
Santos (SP)

A vitória do Santos contra o Ituano, neste domingo, na Vila Belmiro, foi comemorada pelos torcedores e comissão técnica. O desempenho, porém, não.

O Peixe abriu o placar na primeira etapa, após boa jogada de Zanocelo, Madson e conclusão de Marcos Guilherme. O Peixe, porém, no segundo tempo sofreu o empate após finalização de fora do meia Gerson Magrão, que gerou rebote para Kaio empatar.

“A gente fez um bom jogo até os 36 minutos do primeiro tempo. Os minutos finais, erramos muito. No banco estávamos falando de erro técnico e daqui a pouco passa para o tático. No intervalo eu fiz essa cobrança, lembrei de quatro lance que erramos. Depois, o adversário acaba crescendo, é um adversário experiente. Se posiciona muito bem, grande trabalho do Mazola. E tivemos dificuldades", disse Carille.

O treinador santista também destacou a pouca idade dos jogadores que estavam em campo. O lateral-esquerdo Lucas Pires, por exemplo, fez o primeiro jogo como titular na carreira. Ele citou a juventude de Kaiky e Balieiro no gol sofrido.

"A origem do gol é uma bola que estava com a gente, mas erramos, o Magrão foi feliz pela finalização e no rebote marcaram. Isso passa também pela juventude, Kaiky com 18 anos, Pires primeiro jogo como titular, Balieiro tendo oportunidade. Então a soma de tudo isso faz com que não tenhamos controle e sabedoria para controlar o jogo quando está ao nosso favor. Na maioria das vezes não sabemos jogar com o resultado a favor”, completou.