José Carlos Peres

Presidente permaneceu como presidente após assembleia de sócios (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos)

Gabriela Brino
03/10/2018
17:04
Santos (SP)

O Comitê de Gestão do Santos aprovou nesta quarta-feira 17 cortes de funcionários do clube. É a primeira medida tomada após os associados terem votado contra o impeachment do presidente José Carlos Peres,  no último sábado. Os atingidos pela decisão têm relação mais próximo com o vice Orlando Rollo. 

O Comitê de Gestão é hoje formado por Peres, Rollo, Estevam Juhas, Fabio Gaia e Pedro Doria. As demissões devem ser anunciadas nos próximos dias. Na última segunda, Peres se reuniu com os executivos Marcelo Frazão, de comunicação e marketing, Ricardo Feijoo, administrativo e financeiro, e Rodrigo Gama, do jurídico, na Vila Belmiro, para tratar das novas demissões no clube. A informação foi publicada inicialmente pela Gazeta Esportiva.

O objetivo de Peres é retirar do clube aqueles que, no seu entender, infringiram o Código de Ética, e também equilibrar o ambiente, já que os funcionários fizeram manifestações e trabalharam abertamente contra a administração. Ainda há mais nomes em pauta para a lista de cortes.