Santos x Palmeiras - Gustavo Henrique comemora seu gol

Zagueiro tem contrato até janeiro de 2020 (Foto: Richard Callis/Fotoarena/Lancepress!)

Gabriela Brino
21/10/2019
06:00
Santos (SP)

Depois de ouvir o desabafo de Gustavo Henrique, o presidente do Santos, José Carlos Peres, se apressa para voltar a tratar da renovação com o zagueiro. Nesta semana, inclusive, o mandatário se reunirá com Gustavo e seu empresário, Fernando César, para conversar sobre a possibilidade de um novo acordo.

Apesar de já ter enviado a proposta há um mês, Peres ouviu na última semana o defensor explicando os motivos de ainda não ter renovado, como o sonho de jogar na Europa e o descanso do clube com ele no final do ano passado. Por isso, o procurou e acontecerá um encontro nos próximos dias. 

TABELA
> Veja a classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Internamente, o discurso do zagueiro é de que não servirá a um rival brasileiro e que só sairia do Peixe em caso de proposta do exterior, porém, vale lembrar que o Palmeiras o vê com bons olhos. Gustavo reconhece o momento financeiro do clube e gostaria apenas de uma valorização. A diretoria prevê contrato até 2022 com o camisa 6.

O superintende de futebol Paulo Autuori conversou com Gustavo Henrique nos últimos dias e, segundo o LANCE! apurou, um dos argumentos do dirigente para a permanência do zagueiro é que a adaptação no rival seria demorada e que não valeria a pena o desgaste. O camisa 6 é um dos capitães do Peixe e é frequentemente acionado por Sampaoli.

Gustavo tem contrato até o final de janeiro de 2020 e pode assinar com qualquer clube, deixando o Santos no prejuízo sem receber nenhum dinheiro. A expectativa é de que o defensor dê uma resposta ao Santos até o final de outubro.