Weverton defende Palmeiras das constantes críticas por atuações pouco convincentes

Weverton defende Palmeiras de constantes críticas por atuações pouco convincentes (Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
23/04/2019
12:19
São Paulo (SP)

As constantes críticas ao futebol apresentado pelo Palmeiras, atual campeão brasileiro, semifinalista do último Campeonato Paulista (caiu nos pênaltis) e vice-líder de sua chave na Libertadores, receberam uma resposta de Weverton nesta terça-feira. O goleiro contestou as cobranças que o time ouve como consequência do alto investimento que recebe, principalmente por parte de Crefisa e Faculdade das Américas, patrocinadores do clube.

- Por que só o Palmeiras tem de dar espetáculo? Pelo investimento? Agradecemos ao nosso patrocinador, pelo apoio financeiro, mas, dentro de campo, vamos buscar os nossos objetivos, fazendo sempre o melhor. Mas não somos obrigados a dar espetáculo - indicou o camisa 21, defendendo o trabalho da equipe.

- Essa questão de jogar mais ou menos, bem ou mal, é uma análise de cada um individualmente. O trabalho aqui é incontestável. Se analisar os números, não tem o que discutir. Fazemos nosso trabalho e entendemos que fazemos um excelente trabalho, se dedicando.

Em 20 partidas na temporada, o Palmeiras acumulou 11 vitórias, sete empates e somente duas derrotas (para Corinthians, no Allianz Parque, na primeira fase do Campeonato Paulista, e San Lorenzo, na Argentina, pela Libertadores), acumulando um aproveitamento de 66,67%. Sofreu apenas sete gols (média de 0,35 por jogo) e marcou 27 gols (1,35 por partida).

- Não vejo o Palmeiras mal. Vejo o Palmeiras efetivo, entrando em campo em busca de vitórias. Às vezes, se cria, porque tem um grande investimento, que tem de sair ganhando de todos, dando espetáculo, mas tem de ganhar campeonato. E vai começar o Campeonato Brasileiro agora com 20 times com o mesmo objetivo - comentou Weverton.

- Temos sido protagonistas em todas as competições. Queríamos estar na decisão (do Paulista), mas temos adversários que queriam também estar lá. Futebol é isso. Não dá para achar que vai ganhar de todos, bater em todos. Não é assim. Todos têm o mesmo objetivo que nós - continuou.


O Verdão enfrenta o Melgar, no Peru, às 23h (horário de Brasília) de quinta-feira, pela quinta rodada do Grupo F da Libertadores. Os comandados do técnico Luiz Felipe Scolari ocupam o segundo lugar da chave, com nove pontos, um abaixo do San Lorenzo, da Argentina. Basta um empate para o Palmeiras se garantir nas oitavas de final da competição continental.