Mayke Palmeiras

Mayke foi titular e participou da jogada do gol da vitória por 1 a 0 sobre o Ceará (Foto: Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
04/11/2019
08:00
São Paulo (SP)

Com Marcos Rocha vetado por desgaste físico, Mayke ganhou a primeira chance como titular com Mano Menezes, voltando a jogar no sábado depois de mais de dois meses de sua última partida, em 17 de agosto, quando teve lesão muscular diante do Grêmio. E o lateral foi tão bem na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará que o técnico do Palmeiras chegou a lhe dar nota 10 em um quesito.

- Fez a jogada do gol e mais duas muito boas. No início do segundo tempo, fez de novo uma boa jogada, rolando para trás. Ele tem alta qualidade técnica de acabamento de jogada. Não só chega à linha de fundo, como muitos chegam e, na hora de tirar um 10, falta alguma coisa. O Mayke tem essa capacidade técnica para tirar o 10, e foi por ali que conseguimos construir uma valorosa vitória - comentou o treinador.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

Eleito o melhor jogador da posição no Brasileiro conquistado pelo Palmeiras, no ano passado, Mayke começou 2019 como titular, mas perdeu a posição para Marcos Rocha ainda no primeiro semestre, com Luiz Felipe Scolari no comando, e acabou se machucando. Diante do Ceará, teve lampejos de seus melhores momentos, passando frequentemente pela lateral nas ações ofensivas, inclusive no lance que culminou no gol de Zé Rafael, o único da partida.

- Fez um bom primeiro tempo, com boas jogadas, usando a qualidade que tem de passagem naturalmente. Ficamos felizes com o retorno dele. Nessa impossibilidade de contar com o Marcos Rocha, temos de volta um jogador especialista na função e que acrescentou muito na nossa condição de jogada pelo lado direito enquanto teve condição física - comentou Mano, que o deixou em campo por 60 minutos, até trocá-lo por Jean, volante de origem.

- Isso é normal. Depois de dois meses parado, voltar jogando 90 minutos é muito difícil. O professor Mano resolveu me dar uma descansada. É trabalhar bastante para, quando precisar, estar melhor fisicamente para ajudar a equipe - apontou Mayke, animado com a atuação.

- Fiquei feliz pela minha volta, diante da nossa torcida. Graças a Deus, conseguimos um bom resultado, com os três pontos. Estarei pronto para, quando o Mano precisar, estar à disposição. Como titular ou não, estar sempre ali, para poder ajudar a nossa equipe. Isso é o mais importante.

Mano já chegou a citar Mayke como possível titular, apesar da posição ser, atualmente, de Marcos Rocha. A volta do camisa 12, contudo, ocorreu de forma gradual por conta da lesão muscular, tanto que ele esteve no banco de reservas em duas partidas antes de ser titular, com Jean atuando na lateral.

- O Mayke é um jogador da posição. No jogo passado (contra o São Paulo), no meio do segundo tempo, optei pelo Jean por estar com um ritmo um pouco melhor, jogou mais recentemente, e entrar no meio de um jogo é sempre mais difícil. Contra o Ceará, já tinha uma condição para o Mayke - explicou Mano.