Vanderlei Luxemburgo

O treinador foi sincero sobre o elenco após perder a invencibilidade de 20 jogos (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!/NOSSO PALESTRA
09/10/2020
07:30
São Paulo (SP)

A turbulência que é sentida nas redes sociais e nas conversas entre torcedores do Palmeiras sobre o trabalho de Vanderlei Luxemburgo não acontece na direção executiva do clube.

Com moral, o treinador conta com o apoio dos dirigentes e também da patrocinadora, com quem nutre um convívio próximo. No elenco, lideranças não se movimentaram negativamente contra o comandante, ainda que pequenas rusgas tenham aparecido no último mês.


O futebol, que é questionado pela crítica e pela arquibancada, é visto com parcimônia por quem comanda as decisões do Palmeiras. A saída de Dudu, a falta de tempo para treinos e principalmente a quantidade de mudanças no elenco, que perdeu peças, é preponderante para que o trabalho de Vanderlei receba mais votos de confiança.

Há a crença que uma filosofia vencedora tem sido implantada - vide as recentes vitórias sobre o Corinthians. Estilo esse que não exige um futebol tão vistoso ou encantador, mas que se assume pragmático para competir e vencer certo jogos e momentos.

A reportagem do LANCE!/NOSSO PALESTRA soube que a direção do Verdão voltou a ter conversas para a contratação de um lateral direito, um meia de criação e um finalizador. A posição de zagueiro ainda não é pauta, mas não se descarta que o mercado seja consultado por nomes nessa função.

Em dificuldades financeiras por ter mantido seus jovens talentos, o Palmeiras fará um esforço para atender Luxemburgo - que pediu por reforços e julgou seu elenco como 'curto'. O treinador, no atual cenário, mais parece ganhar força do que perder.